WhatsApp libera a função de pagamentos e transferências financeiras no aplicativo

Brasil é o primeiro país do mundo a receber a ferramenta na plataforma, que será liberada aos poucos para os usuários do app

Reclame AQUI

Esta semana, o WhatsApp anunciou a liberação de uma função que vai facilitar as transações comerciais e aproximar ainda mais as pessoas que estão distantes: a função de pagamento aos usuários do aplicativo. Sendo assim, os consumidores vão poder pagar produtos e serviços por transferência financeira dentro do “zap” mesmo, e vai funcionar para sistemas Android e iOs. Para usar esse novo recurso, vai ser preciso habilitar um cartão de débito ou crédito no Facebook Pay.
 

Brasil é o primeiro país do mundo a ter a função liberada

O Brasil é o primeiro país do mundo a receber a ferramenta na plataforma, que será liberada aos poucos para os usuários do app. Para o fundador e CEO Global do Reclame AQUI, Mauricio Vargas, que experimentou essa tecnologia de pagamentos na China, no Brasil ela será de grande valia e evolução.

“Os chineses foram bancarizados de outra maneira, não sabem o que é cartão de crédito. Lá é tudo via QR Code, é digital. E essa é uma novidade que, realmente, no Brasil, vai transformar muita coisa, mas também aguçar a vontade dos criminosos de tirarem proveito disso. Por isso, calma e cuidado no uso”, analisa Vargas.

Diante da uma crise econômica gerada pela Covid-19, as vendas pelo aplicativo cresceram, e a nova função no aplicativo pode ser um aliado e potencializador de vendas aos pequenos empreendedores. Além disso, um caminho para a adaptação à economia digital, já que o caminho tem sido cada vez mais simplificado. A função permite, além de pagamentos a comerciantes, transferências de dinheiro para amigos, familiares e demais contatos.

Foto: WhatsApp Blog
 

Para usar a função, é preciso cadastrar cartões de empresas parceiras

Conforme reportagem do site Techtudo,  por enquanto é possível realizar pagamentos pelo WhatsApp Pay com cartões de crédito ou débito do Nubank, Banco do Brasil e Sicredi de bandeiras Visa e Mastercard. Todos os pagamentos feitos na plataforma serão processados pela Cielo. Já as transferências podem ser feitas somente com cartões de débito ou combo suportados. A previsão do WhatsApp é que o recurso receba mais parceiros em breve. A função também está presente no WhatsApp Business.

Os consumidores são isentos de taxas de transações. Já os comerciantes que recebem pagamentos desembolsam uma taxa fixa de 3,99% em cada pagamento dos clientes pelo aplicativo normal, aponta a reportagem do Techtudo.

Quanto à segurança, a reportagem ainda explica que “o WhatsApp Pay não utiliza criptografia de ponta-a-ponta, pois os bancos precisam receber as informações sobre cada pagamento. Mas o WhatsApp afirma possuir um sistema avançado de armazenamento de dados e a criptografia que coleta os números dos cartões em uma rede separada e segura. Os usuários recebem um código de confirmação do WhatsApp, o PIN do Facebook Pay e o código de verificação. Para utilizar o recurso de forma segura, recomenda-se não compartilhar essas informações com ninguém”.

 

Saiba como usar o WhatsApp Pay

Para usar, um cartão das empresas parceiras precisa ser configurado no Facebook Pay, para realizar os pagamentos e as transferências. Os usuários terão um limite R$ 1mil por transação e podem receber até 20 transações ao longo do dia com um limite de R$ 5 mil mensais.

No caso do WhatsApp Business, o empresário precisa habilitar a opção pare receber os envios de clientes. O aplicativo voltado para negócios não possui limite de transações para o comerciante receber pagamentos por vendas de produtos ou serviços.

Para enviar dinheiro, também é preciso configurar o Facebook Pay. Depois, abrir a conversa do contato a ser beneficiado, clicar em Anexar (ícone do clipe de papel), depois em Pagamento e seguir a operação com inserção do valor, uma mensagem opcional e depois Pagar.

Quem vai receber os valores precisa aceitar o pagamento no prazo de dois dias; caso contrário, o pagamento retorna a quem fez.  No WhatsApp Business, o usuário precisa criar uma conta Cielo ou conectar uma conta existente da empresa para receber pagamentos por vendas.


Fonte: Techtudo / Dicas Digitais / Blog do WhatsApp 

Leia tudo sobre

Economia Feed

Faça um comentário