Você preza pela segurança das suas contas nas redes sociais?

Na última semana, o dono do Twitter teve sua conta hackeada. Confira dicas básicas para proteger as suas contas e evitar crimes cibernéticos

Reclame AQUI

Se até o dono do Twitter precisa proteger a conta dele, imagine você. Na última sexta-feira, dia 30, o executivo Jack Dorsey, presidente do Twitter, teve sua conta na rede social hackeada, e os invasores dispararam postagens ofensivas. Para evitar que a sua também seja, o Reclame AQUI traz dicas de como dificultar a ação de terceiros na sua conta também.

De acordo com a matéria publicada no G1, não há indícios de que o sistema do Twitter tenha ficado comprometido, com vazamento de dados, por exemplo. A situação da conta do executivo já está normalizada. Confira ações que podem ajudar você a proteger minimamente as suas contas nas redes sociais.

Reveja suas senhas

É repetitivo, mas necessário! Senhas fáceis de memorizar são fáceis de adivinhar também. Mescle números, letras... faça combinações mais complexas. Suas senhas precisam ser fortes. Não repita as senhas em sites e outras redes sociais.

Proteja os dispositivos

Significa proteger seu telefone celular, notebook, PC, tablet. O local por onde você acessa suas redes sociais também precisa estar protegido. Instale aplicativos de segurança, esses programas podem identificar links suspeitos e bloquear a abertura de páginas maliciosas. É importante mantê-los atualizados para que possam desempenhar melhor suas funções.

Tome cuidado com links suspeitos

Fique atento a e-mails onde é pedido que você faça login em algum lugar com o intuito de acessar algum conteúdo qualquer. Ele também pode ser uma mensagem falsa de uma rede social que você utiliza recomendando o clique em algum link e informe seus dados em um formulário suspeito que os direcionará para o hacker.

Melhore a autenticação

Algumas redes sociais oferecem ao usuário alguma forma de autenticação de dois fatores. Ele pede algo além da senha tradicional quando algum elemento não autorizado entre na sua conta. O segundo passo de autenticação envia, por exemplo, algum token numérico por SMS para seu celular sempre que você tentar fazer login em algum novo computador.

Fique desconectado de apps que já não usa mais

Muitas vezes vinculamos nossas contas de redes sociais a aplicativos, como games, por exemplo. É preciso ficar esperto, pois às vezes usamos pouco e os abandonamos depois, e as contas ficam vinculadas. Alguns apps podem apenas querer “roubar” informações pessoais e sua rede social pode ser também a porta de entrada de ataques cibernéticos. Por isso, faça uma revisão para selecionar o que você usa ou não, e desvincular.

Fonte: G1/Tecmundo/Olhar Digital

Leia também: Saiba como evitar golpes com criptomoedas 

Faça um comentário