Vitória da cidadania: número de flagrantes da Lei Seca 2014 é menor que 2013

Durante o carnaval do Rio de Janeiro a Operação Lei Seca no carnaval do Rio de Janeiro abordou 5.597 veículos, entre sexta-feira, 13, e terça-feira, 17. No período do feriado prolongado foram promovidas 75 ações na região metropolitana do Rio e no interior do estado, as informações são da Secretaria de Estado de Governo. Os agentes fizeram 4.705 testes de etilômetro (bafômetro), que resultaram em 441 flagrantes de motoristas sob efeito de álcool e 373 recolhimentos de Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs), A operação também aplicou 1.260 multas e rebocou 184 veículos.

Números são resultado da participação efetiva da população

De acordo com o coordenador da operação, tenente-coronel Marco Andrade, o resultado melhor decorre, em parte, porque houve participação efetiva da sociedade “é um resultado otimista, comparado a 2014. Fiscalizamos aproximadamente a mesma quantidade de motoristas, e este ano tivemos 104 flagrantes a menos de motoristas dirigindo sob efeito de álcool" uma redução de 19% ante os 545 registros no carnaval anterior.

Para ele, o folião do Rio de Janeiro deu exemplo de cidadania, com mudança de hábitos e comportamentos. Andrade salientou que o diferencial para continuar o ano de 2015 com resultados que se traduzam na diminuição de mortes e vítimas de acidentes de trânsito é a adesão e a aceitação das ações de prevenção da Operação Lei Seca pela sociedade, e “continuar trabalhando nesse sentido para que cada vez mais as pessoas possam se engajar na nossa campanha”, declarou Andrade.

Balanço

Desde 2009, quando foi lançada, até a última quinta-feira, 19, a Operação Lei Seca foram registradas 1.786.339 abordagens de motoristas, das quais 350 mil resultaram em multas e houve 126.817 recolhimentos de CNHs, as informações são da Secretaria de Estado de Governo do Rio.

Notícia relacionada: Restaurantes custeiam taxi para driblar lei seca.

Faça um comentário