Vigilância Sanitára interdita restaurantes chineses na Liberdade, em SP

Motivo foi falta de higiene e de comprovação da origem dos produtos armazenados

Reprodução/TV Globo

O bairro da Liberdade, na região central de São Paulo, é conhecido por abrigar diversos restaurantes orientais. Em fiscalização, a Vigilância Sanitária interditou três deles que faziam comida chinesa, por falta de higiene.

Os três restaurantes fiscalizados, Chifu, Ban Wa e Rei dos Reis, ficam na Praça Carlos Gomes. Três pessoas foram presas em flagrante - donos e gerentes dos restaurantes.

Após denúncias de que o local servia carne de cachorro, policiais e funcionários da Vigilância Sanitária foram até um dos restaurantes apurar. Encontraram muita sujeira e alimentos armazenados em condições precárias em um freezer.

Além da falta de higiene, os três estabelecimentos foram interditados por falta de comprovação da origem dos produtos que estavam armazenados.

Clientes em risco

Os policiais apreenderam alimentos como lagosta e camarão. As autoridades de saúde que participaram da fiscalização disseram que os restaurantes colocaram os clientes em risco.

Sujeira: 70% dos churrascos gregos encontrados no centro de SP estão contaminados

O delegado estipulou fiança de cinco salários mínimos para cada um dos presos. Em tentativa de contato com os restaurantes que foram interditados, os funcionários que atenderam as ligações disseram apenas que eles estavam fechados.

Comi algo suspeito, o que fazer?

De acordo com a Anvisa, “sempre que perceber problemas em um produto alimentício, como alteração de aspecto, odor, sabor ou consistência, o fato deve ser comunicado à vigilância sanitária. Essas alterações podem indicar problemas em alguma parte da cadeia de produção, desde o campo, a fábrica, o transporte, o armazenamento até o ponto-de-venda”.

Ainda segundo a Agência, "a vigilância tem condições de verificar e apontar a causa do problema e orientar para que o erro não se repita. Da mesma forma, se constatar falta de higiene em estabelecimento ou de manipuladores de alimentos, denuncie o fato à vigilância sanitária, para que intensifique a fiscalização no local". 

Use também o Reclame AQUI para registrar um caso deste tipo. Assim, você alerta outras pessoas e faz valer seu direito como consumidor!

Fonte: G1

Faça um comentário