Venda de ingressos para show de Sandy & Junior gera mais de 500 reclamações

Só nesta sexta-feira, dia 22, foram mais de 250 queixas até as 10 horas da manhã

Reclame AQUI

Na última quarta-feira (20), a pré-venda dos ingressos para a turnê “Nossa História”, da dupla Sandy e Junior, movimentou muitos consumidores nas redes sociais e no site do Reclame AQUI, que reclamaram do serviço prestado pela empresa Ingresso Rápido e Elo.  

Para quem não conseguiu comprar os bilhetes na pré-venda, os ingressos ficaram disponíveis para o público geral a partir da 00h01 desta sexta-feira, dia 22. Mesmo assim, desde o começo da pré-venda de quarta-feira (20) até as 16h desta sexta, já foram computadas 501 reclamações na plataforma do Reclame AQUI.

Uma consumidora de São Paulo, capital, relata que a venda dos ingressos para o público geral foi disponibilizada antes do anunciado pela empresa. “Por volta das 23h30, ainda do dia 21 de março, resolvi acessar o website e de repente fui incluída na fila já com senhas distribuídas, em uma posição de 198.000 mil pessoas à frente. Ou seja, a fila e distribuição de senhas havia sido iniciada muito antes do divulgado formalmente pela empresa, prejudicando inúmeras pessoas, como eu, que estavam seguindo a orientação publicada de maneira enganosa e ofensiva”, diz.

Já um fã da dupla de Teresina, Piauí, registrou que após a compra dos ingressos, seu pedido foi cancelado. “Estava tudo certo, recebi até e-mail. Só que em alguns minutos, depois de ter avisado para minhas primas que deu certo as compras, chegou outro e-mail informando o cancelamento dos ingressos, com a seguinte mensagem: devido a inconsistência de dados, informamos que para a segurança de sua compra estamos realizando o cancelamento da mesma", relata.

Principais motivos de reclamação

  • Dificuldade para finalizar a compra;
  • Cancelamento de compra já realizada;
  • Fila de espera no site;

Segundo o diretor de operações do Reclame AQUI, Felipe Paniago, os principais motivos de reclamações são bem parecidos quando temos venda de ingressos em grandes eventos, como Copa do Mundo. “Em qualquer um dos casos, o consumidor tem o direito de reclamar, uma vez que ele se sentiu prejudicado, seja pelo tempo de espera que perdeu, até por ter tido seu ingresso cancelado”.

Direitos do consumidor

Paniago ainda ressalta que o consumidor deve fazer sua reclamação e procurar a empresa para uma retratação. “Isso pode ser desde uma explicação da empresa responsável até mesmo a oferta de um outro ingresso para aquele consumidor. Neste caso, a dica é sempre tirar prints (foto da tela) em todo o processo de compra do ingresso. Essa imagem serve como comprovante de que o consumidor chegou a colocar o ingresso no carrinho de compras do site.Em outros casos, se o consumidor entender que houve um dano mais grave, ele pode acionar a Justiça".

Leia também: STJ considera ilegal taxa de conveniência em vendas online de ingressos

Faça um comentário