Vai comprar online? Veja dicas para evitar cair em golpes

CEO Global do Reclame AQUI dá orientações básicas para os consumidores ficarem espertos antes de fechar um negócio

Reclame AQUI

O aumento no volume de compras online gerado pela pandemia e o isolamento social trouxe com ele um problema que são os golpes aplicados em lojas online via redes sociais e também sites. Por isso, o Reclame AQUI tem sempre alertado os consumidores para que fiquem atentos a pequenos detalhes que podem evitar dores de cabeça e perdas financeiras.

O fundador e CEO Global do Reclame AQUI, Mauricio Vargas, no vídeo abaixo, dá orientações importantes aos consumidores para que fiquem alertas toda vez que forem comprar em ambiente online. Acompanhe!

 

 

Consumidor aguarda há meses a instalação de móveis


O Reclame AQUI Notícias conversou com o relações públicas Victor Pacheco, de São Paulo, que enfrenta dificuldades em reaver R$ 2.000 dados como entrada a uma fábrica de móveis planejados em outubro de 2019. Até agora, ele e a esposa não conseguiram o valor de volta e nem tiveram os móveis da cozinha, banheiro e lavanderia entregues. Ele expõe a insatisfação com a empresa e alerta outros consumidores no próprio perfil, no Facebook.

“Encontramos o profissional na internet, nas redes sociais. Fizemos mais duas pesquisas de marcas, não foi muita. Gostamos do preço dessa empresa e do atendimento inicial. Depois disso, foi só problema. Os prazos de entrega são adiados e não cumpridos, a empresa nos ignora, o dono alega que vai fechar a marcenaria e ameaça os clientes nas redes sociais. E a empresa não tem página oficial, trabalha com o perfil pessoal do dono”, explica.

Pacheco afirma que o CNPJ da empresa já foi trocado três vezes e os perfis de redes sociais também tiveram os nomes alterados. Ele e a esposa contrataram uma advogada para ter mais orientações e dar continuidade ao caso na Justiça.

“A gente descobriu tudo isso conversando com outros consumidores que estão se sentindo lesados também, passamos a buscar informações. Fizemos um grupo de WhatsApp para buscar apoio uns com os outros e trocar experiências sobre essa empresa. Já aceitamos ter o dinheiro de volta e cancelar o projeto, mas eles não nos entregam o dinheiro. Teve uma pessoa que, a muito custo, teve o projeto entregue, mas pela metade e teve a cozinha danificada”, alerta. 

Para o casal, o aprendizado dessa experiência é “pesquisar muito, buscar referências, conversar com outras pessoas, ter indicação de alguém e não fechar negócio com uma empresa que não tenha uma página própria, um perfil oficial, para evitar ao máximo a armadilha”.


Reportagem mostra problemas na semana do Dia dos Namorados

Esta semana, a NSC TV, afiliada da TV Globo em Santa Catarina, fez uma reportagem sobre o assunto, focando no movimento nas lojas virtuais na semana do Dia dos Namorados, e ouviu o Reclame AQUI. Assista à reportagem clicando aqui!  

A matéria mostrou o caso de uma loja que comercializava roupas e assessórios pelo Instagram, mas foi tirada do ar pelo Procon por conta do alto volume de reclamações de problemas com as vendas e a entrega.

Leia tudo sobre

Dicas E-Commerce Feed

Faça um comentário