Usuários de patinetes registram 1,7 mil queixas no Reclame AQUI

Os motivos das reclamações foram cobrança indevida, finalização da compra e problemas no patinete

Reclame AQUI

Os patinetes elétricos estão cada dia mais presentes nas ruas de todo Brasil e milhares de usuários se aventuram com o equipamento. Porém, muitas vezes de forma errada.  A prática ainda está em processo de regulamentação e o número de reclamações só tem crescido no Reclame AQUI.

Desde que o serviço de patinetes elétricos foi lançado, foram registradas 1.708 reclamações no site. O volume começou a aparecer em novembro de 2018 e bateu seu recorde em reclamações em abril deste ano, somando 305 queixas.

Reclamações mês a mês (até dia 13 de maio)

Os principais problemas que apareceram foram de cobrança indevida e problemas para finalizar a corrida. Esse é o caso dessa consumidora de São Paulo que foi cobrada em R$ 4 mil por uma viagem. “Não lembro a última vez que acessei o app, mas hoje fui abrir para pegar um patinete e havia uma corrida em andamento. Ela finalizou sozinha e de repente me cobrou R$ 4 mil”.

A Prefeitura de São Paulo afirma querer estimular a prática e colocou algumas regras para o bom convívio. Uma delas é a proibição da circulação de patinetes em calçadas, limite de 20km/h e vetar o uso de duas pessoas no mesmo equipamento, tal como animais e cargas. Além disso, as empresas deverão dar aos seus clientes capacetes e possuir seguro para eventuais danos e acidentes pessoais.

Confira as regras de uso!

Faça um comentário