Terra tem instabilidade e recebe em um dia 6,5 vezes mais reclamações que sua média mensal

Nesta segunda-feira, até as 17h30, consumidores haviam registrado 389 reclamações, quando a média nos demais dias do mês de novembro, no máximo, foram de 5 queixas

Divulgação

Uma instabilidade no servidor do Terra tem gerado, desde o último sábado (23), centenas de reclamações dos consumidores, que não conseguem abrir e-mails e, por consequência, realizar outras atividades online. Somente nesta segunda-feira, até as 17h30, os consumidores haviam registrado 389 reclamações no Reclame AQUI, quando a média nos demais dias do mês de novembro, no máximo, foram de 5 queixas.

Volume é 6,5 vezes maior que a média mensal de reclamações

Para se ter uma ideia, o volume desta segunda-feira é 6,5 vezes maior do que a média mensal de reclamações, que é de 59. Em menos de um dia os consumidores formalizaram no site do Reclame AQUI mais da metade do volume total de reclamações que o Terra obteve em 2018, que foram 700 queixas registradas.

O RA Notícias tentou contato com o Terra, entretanto, os canais de comunicação não funcionam. O site também está fora do ar. Conforme o site Olhar Digital, a informação divulgada pela empresa foi que “O Terra informa que seus clientes podem encontrar dificuldades para acessar os serviços do portal devido a instabilidades no servidor global da empresa. Uma equipe do Terra já está atuando para solucionar a intermitência”.

Consumidores aguardam resposta desde sábado

No Reclame AQUI, os consumidores de vários estados brasileiros afirmam que estão sem acesso algum desde sábado. Quem conseguiu contato, como um consumidor de Vargem, interior de São Paulo, teve como resposta que os serviços seriam restabelecidos em 24h.

“Descaso e falta de comprometimento com todos os clientes assinantes dos serviços de internet fornecidos por esta empresa. Desde o dia 23/11/19 não consigo acessar minha conta de e-mail. Já foram feitas reclamações no SAC da empresa e o prazo informado para reestabelecimento dos serviços era de até 24h. Hoje, dia 25/11/19 o problema PERMANECE”.

Leia tudo sobre

Feed Internet

Faça um comentário