Reclame AQUI registra 1,1 mil reclamações 12 horas antes da Black Friday

Principal motivo das queixas é, mais uma vez, a propaganda enganosa

Reclame Aqui

A Black Friday 2018 ainda nem começou oficialmente, mas os problemas nas compras já começaram. Para se ter uma ideia, das 11h de quarta-feira, dia 21, até as 12h desta quinta-feira, dia 22, foram 1.164 reclamações sobre Black Friday no ReclameAQUI.

O principal motivo das queixas é, mais uma vez, a propaganda enganosa, com 13,2%. Nas últimas edições, essa tem sido a reclamação mais recorrente no dia da Black Friday. Depois, vem divergência de valores, com 6%, e problemas na finalização da compra (5,6%).

Como esta promete ser a maior Black Friday de todos os tempos, o monitoramento Reclame AQUI começou mais cedo, trazendo mais informações aos consumidores. E como esperado, quem aproveita as promoções da data está mais atento a golpes, promoções fraudulentas e, principalmente, a seus direitos. 

"Decidimos antecipar o monitoramento para acompanhar as empresas que já estão com promoções de Black Friday antes da data oficial. Até 2017, nosso monitoramento começava às 18h da quinta-feira antes do dia de megaofertas", explicou o CEO Global do ReclameAQUI, Mauricio Vargas.

Promoções antecipadas

Ainda faltam algumas horas para as grandes promoções valerem “oficialmente”, mas algumas marcas e sites de anteciparam e já divulgam suas promoções. Como as vendas iniciaram, com elas surgem, claro, os problemas. Dos produtos que mais geraram reclamações, televisão e smartphones e celulares lideram as reclamações, com 5,4%, seguido de tênis 2,7%, cartões de crédito com 1,9% e geladeira/refrigerador, 1,4%.

Veja: Como identificar se um site é falso durante a Black Friday

Faça um comentário