Reclamações sobre álbum da Copa aumentam 17,6% em relação a 2014

Meses de Copa de Mundo somam mais queixas que um ano inteiro sem mundial

Reprodução/Loja Panini

De quatro em quatro anos, os aficionados pelos álbuns de figurinha da Copa do Mundo aguardam ansiosos o lançamento do livro ilustrado. Mas, durante a pré-venda do álbum neste ano de mundial, consumidores insatisfeitos reclamaram da atuação da editora. E parece que não parou por aí. 

Uma pesquisa do ReclameAQUI analisou reclamações da distribuidora oficial do álbum de figurinhas da Copa do Mundo e já constatou um aumento de 17,6% no mundial da Rússia em relação ao evento no Brasil em 2014. O número de queixas registradas contra a Panini nos cinco primeiros meses de 2018 chegou a 2.677, contra 2.276 reclamações feitas no mesmo período de 2014.

Para se ter uma dimensão, o número de reclamações no mês de julho de 2014 alcançou 2.538, uma marca muito superior que todo volume registrado em 2017, que foi de 1.702. 

Do que estão reclamando?

Dentre os principais motivos de problemas relatados pelos clientes no site estão a demora na entrega e até mesmo propaganda enganosa.

"Em 24 de abril de 2018, realizei via internet o pedido dos meus cromos faltantes do álbum da copa do mundo. (...) Hoje já é dia 11 de junho, ou seja, um mês e 18 dias após a realização do pedido e pagamento do mesmo e até hoje meu pedido não foi enviado aos Correios", reclamou um consumidor.

Nos últimos 12 meses, no ReclameAQUI, a editora Panini recebeu 3.669 reclamações, sendo que 100% foram atendidas e 57,2% foram solucionadas.

Passou por problemas para comprar o álbum? Reclame AQUI!

Leia tudo sobre

Copa do Mundo Feed

Faça um comentário