Reclamações para principais sites da China crescem 73% em 2018

Com alta procura de brasileiros, e-commerces chineses fecharam ano com 38 mil queixas

Reclame Aqui

Fazer compras online definitivamente entrou nos hábitos de consumo dos brasileiros. Quando se trata de preços baixos e produtos pitorescos, então, a vontade de comprar só aumenta. Por essas e outras que, nos últimos anos, os sites da China têm sido tão procurados por nós.

Ao navegar por um e-commerce chinês, no entanto, é comum que o comprador fique receoso sobre a segurança do site e a concretização da entrega do produto. Qual vai ser o tempo de entrega? E o valor do frete? Para facilitar a pesquisa entre eles, reunimos algumas informações dos principais sites da China no Reclame AQUI.

Com exceção da Mini In The Box e da Deal Extreme, todas as lojas virtuais analisadas tiveram crescimento das reclamações de 2017 para 2018. O destaque fica com a Wish, que subiu de 8 mil para 20 mil queixas. O aumento geral de queixas foi de 73% de um ano para o outro - 22 mil e 38 mil, respectivamente.

Testamos: Produtos da loja Wish demoram 5 meses para chegar (pela metade)

Em relação as reputações, apenas a Light In The Box subiu de posição. De resto, não podemos destacar pontos positivos. Das sete empresas analisadas, quatro continuaram com as mesmas reputações e duas pioraram - são elas Gear Best e Bang Good, que caíram de Bom para Regular.  

Do que estão reclamando?

Mas quais são os principais motivos que levaram os consumidores a abrir uma queixa contra esses sites chineses? Veja o TOP 5 problemas mais relatados por ano:

2017

  1. Produto não recebido
  2. Estorno do valor pago
  3. Problemas na finalização da compra
  4. Login/Senha
  5. Mau atendimento no SAC

2018

  1. Produto não recebido
  2. Estorno do valor pago
  3. Problemas na finalização da compra
  4. Propaganda enganosa
  5. Produto com defeito

Passou por qualquer problema com o serviço de uma loja virtual? Reclame AQUI!

Leia tudo sobre

Atendimento Lojas virtuais

Faça um comentário