Quebra no sistema de segurança da Netshoes expõe dados de clientes

MPDFT afirma que os consumidores serão contatados por telefone pela empresa

Reprodução/Twitter

Mais de 2 milhões de clientes da Netshoes tiveram alguns de seus dados expostos por uma quebra no sistema de segurança, em dezembro de 2017. Na terça-feira (27), a empresa informou que essa situação envolveu somente operações da empresa no Brasil e assegurou que o incidente não divulgou nenhum dado bancário, incluindo senhas e dados de cartões de crédito.

A Comissão de Proteção dos Dados Pessoais do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) afirma que os consumidores que passaram por essa situação serão contatados por telefone pela companhia. As ligações terão início no dia 8 de março e a empresa terá mais de 30 dias úteis a partir desta data para entrar em contato com todas as pessoas afetadas.

Em comunicado ao Correio Braziliense, a Netshoes reforçou que “adota todas as medidas e melhorias práticas de segurança de informação e que não negociou, nem nunca negociará com criminosos”. A empresa ainda afirma que o incidente se trata de uma tentativa de extorsão e que, por isso, o caso está sendo investigado pela Polícia Federal.

Leia: Regulamentação do transporte por aplicativos é aprovada pela Câmara

Fonte: InfoMoney/O Globo/Correio Braziliense

Faça um comentário