Quarentena, novo coronavírus, Covid-19... entenda o que significa cada termo

Reclame AQUI separou as palavras mais ouvidas nas últimas semanas e explica de maneira simplificada cada uma, além de trazer informações sobre a doença

Reclame AQUI

Há semanas temos acompanhado os desdobramentos da pandemia de Covid-19, provocada pelo novo coronavírus e aprendendo novos termos que passaram a fazer parte do nosso dia a dia. Notou que de primeira já falamos de 3 termos relacionados a essa crise de saúde que estamos vivendo? Você sabe o que é cada um e está atento à transmissão e prevenção da doença?

Como informação clara nunca é demais, separamos de forma bem simplificada os principais termos para você entender e ficar por dentro de tudo o que se lê e ouve relacionado ao tema.

 

Os vírus são seres tão pequenos que são invisíveis a olho nu, ou seja, só é possível vê-los com a ajuda de microscópios. Eles transmitem infecção e precisam estar em um organismo vivo para poder se multiplicar. Quando ele está neste ser vivo hospedeiro, se instala numa célula e coloca nela seu material genético, “assumindo o controle” dessa célula, que fica doente.

Coronavírus é uma família de vírus causadores de doenças respiratórias que vão desde um resfriado até síndromes respiratórias agudas severas. O novo agente do coronavírus foi descoberto no final de dezembro de 2019, após casos registrados na China. O nome corona vem do fato desses vírus terem seu formato com aspecto de coroa.


Covid-19 é o nome da doença causada pelo novo coronavírus. Os sintomas do Covid-19 são febre e tosse seca (entre outros sintomas de gripe) e, em casos extremos, dificuldade para respirar. Alguns pacientes podem estar infectados pelo vírus, mas não apresentarem sintomas, são os chamados assintomáticos.



A transmissão acontece de uma pessoa doente para outra ou por contato próximo por meio de:

  • O toque do aperto de mão é a principal forma de contágio
  • Gotículas de saliva
  • Espirro
  • Tosse
  • Catarro
  • Objetos ou superfícies contaminadas como celulares, mesas, maçanetas, brinquedos e teclados de computador etc.

 

Pandemia é quando uma nova doença se espalha pelo mundo. Esse termo é utilizado quando uma epidemia (que é um grande surto que afeta uma região) chega a diferentes continentes com transmissão de pessoa para pessoa. A nomenclatura é pela capacidade de se espalhar que o vírus tem. A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou dia 11 de março a pandemia para o Covid-19, infecção causada pelo novo coronavírus.

 


A quarentena é um ato administrativo decretado pelas autoridades para reduzir a circulação de pessoas nas ruas e evitar aglomerações. Ela determina a suspensão de atividades públicas, como o fechamento de comércio, de parques, e a manutenção de serviços essenciais, como os de saúde. Pode ter prazo que não seja o de exatos 40 dias. Essa medida incentiva as pessoas a ficarem em isolamento.

 

O isolamento é uma estratégia de contenção do vírus. Ele é aplicado quando há recomendação para ficar em casa e restringir atividades sociais. O Ministério da Saúde recomenda o isolamento para pessoas classificadas como casos suspeitos, confirmados ou prováveis (quando há contato íntimo com um infectado).

Essa também é a recomendação para pessoas de grupos vulneráveis, como os idosos, por exemplo, e até mesmo para a população em geral. Quando governos estaduais ou municipais suspendem atividades, a recomendação também é para que as pessoas fiquem em casa, reduzam a circulação e evitem contato para frear a disseminação do vírus.

 


Ainda não há vacina e nem medicação que possa prevenir ou curar a doença Covid-19. Os médicos tratam os sintomas para evitar o agravamento da doença e reduzir o desconforto. A vacina da gripe Influenza não é eficaz (não protege) contra o novo coronavírus, mas ela é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para a Covid-19. 
 

Nunca se ouviu falar tanto em álcool gel e orientação para lavar as mãos. O que o Ministério da Saúde recomenda para prevenir a infecção pelo novo coronavírus é:

  • lavar as mãos frequentemente com água e sabonete/sabão até a altura dos punhos por pelo menos 20 segundos, ou usar álcool gel quando a primeira opção não for possível
     
  • evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas
     
  • evitar contato com pessoas doentes
     
  • usar um lenço de papel para cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar, e descartá-lo no lixo após o uso, ou proteger a boca com o braço
     
  • não compartilhar copos, talheres e objetos de uso pessoal
     
  • limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência
     
  • manter ambientes bem ventilados e higienizar as mãos após tossir ou espirrar

 

Fonte: Ministério da Saúde/Agência Brasil/G1

Leia tudo sobre

Feed Novo Coronavírus

Faça um comentário