Presidente do Reclame AQUI fala sobre o vídeo Jantar da Vingança

Maurício Vargas acredita que o consumidor se sentiu representado pela campanha

Reprodução|YouTube

Quantas vezes você já se sentiu desrespeitado como consumidor? Pensando exatamente nisso o Reclame AQUI publicou um vídeo na última sexta-feira, dia 29, que deu o que falar nas redes sociais, sendo destaque em diversos portais de notícias em todo Brasil. Com produção da agência Grey, "Jantar da Vingança" coloca donos de empresas numa situação desconfortável.

Para chamar a atenção dos executivos, a ideia foi convida-los para a inauguração de um restaurante. Ao todo, o Reclame AQUI preparou uma lista com 100 profissionais que representam empresas com as piores médias de avaliações no site. No entanto, apenas nove toparam comparecer e, no vídeo, foram três apresentados.

Mais de 19 milhões de alcance

O vídeo na página do facebook do Reclame AQUI - que tem mais de 940 mil curtidas - já alcançou 19.006.000 pessoas, com mais de 6,7 milhões de visualizações. Além disso, foram mais de 261 reações, como nas famosas curtidas, mais de 300 mil compartilhamentos e mais de 30 mil comentários.

O Reclame AQUI Notícias conversou com o presidente Maurício Vargas para saber sobre o impacto da ação para a empresa. Ele falou sobre a ideia de colocar os empresários na pele dos consumidores e considera que o brasileiro se sentiu representado com a campanha.

Confira a entrevista na íntegra.

Como foi o processo da gravação do vídeo?

Maurício Vargas: Estamos preparando isso há muito tempo, pelo menos uns seis meses. A gente precisava de algo especial para comemorar os 15 anos de Reclame AQUI, uma data muito importante. A produção do vídeo durou uma semana, mais ou menos, com a parceira Grey. A agência convidou 100 executivos de empresas com reputação "não recomendada" no Reclame AQUI, mas apenas nove toparam participar com pretexto de uma inauguração de um restaurante e, no fim, foram usador apenas três dos convidados.

As empresas citadas realmente existem?

MV: Claro! Tudo foi real, mas fizemos tudo para não expor ninguém, porque esse não era nosso objetivo final. Os números das empresas que são apresentados no vídeo também são reais, mas não têm a ver com os empresários que participaram.

Então, quais eram aquelas empresas?

MV: Todo mundo quer saber isso. Como disse, não foi e não é nosso objetivo tripudiar em cima das empresas e nem das pessoas que estavam lá. Mas o simbolismo da mensagem é muito grande.

O vídeo chama "Jantar da Vingança". Você acha que o consumidor se sentiu vingado?

MV: O Consumidor não quer vingança, ele quer um bom atendimento. A grande jogada foi o consumidor se sentir representado e se perguntar 'será que os donos das empresas que tanto brigamos não têm um dia na pele de um consumidor?'.

Vocês não estão com medo de sofrer um processo?

MV: Quem tem, tem medo (risos). Tem que ter coragem pra fazer isso. A empresa que faz isso tem que ter personalidade. Até porque nós não expomos ninguém, não humilhamos ninguém. Foi um negócio muito ousado e isso a gente sabia desde que começou a ideia. O Reclame AQUI já era um protagonista de uma revolução no atendimento e agora concretizamos isso com esse vídeo.

Não assistiu ainda? Então confira!

Faça um comentário