Por conta da Covid-19, declaração do Imposto de Renda é adiada para o dia 30 de junho

Prazo anterior para a entrega era o fim do mês de abril, mas foi estendido para mais 60 dias

Reclame AQUI

O prazo final de entrega da declaração do Importo de Renda Ano-base 2019 foi adiado por conta da pandemia do novo coronavírus. Antes, a entrega estava prevista para o dia 30 de abril, mas o secretário da Receita Federal, José Tostes Neto, anunciou o adiamento para o dia 30 de junho.

Com o avanço da Covid-19, a restrição à circulação de pessoas tem impedido os contribuintes de pegarem os documentos necessários, que muitos estão em escritórios e empresas.

Agora, os contribuintes têm mais 60 dias para se organizar e fazer a prestação de contas. Até a última segunda-feira (27), tinham sido entregues 8,1 milhões de declarações, quando são esperadas pela Receita Federal 32 milhões de declarações.

Para este ano, estão previstas mudanças para o pagamento dos lotes de restituições. Em vez de serem pagas em 7 lotes, serão em 5, e o primeiro lote estava com a liberação prevista para o dia 30 de maio, mas a Receita Federal ainda avalia se será mantido o prazo do primeiro lote da restituição.

Para orientar os contribuintes na hora de preencher o formulário e tirar dúvidas, a Receita Federal lançou série de vídeos e podcasts. Para acessar, clique aqui! 

 

 

Leia também: Imposto de Renda 2020: tudo pronto para a sua declaração?


Fonte: G1/Revista Exame/Receita Federal

Faça um comentário