Pokémon Go serve de isca para assaltantes e cria polêmica

Já virou uma febre; jogadores se concentram em locais sugeridos por geolocalização

Reprodução|Arte Reclame AQUI

A lista de confusões envolvendo Pokémon Go não para de crescer. O título já tinha protagonizado uma história esquisita na semana passada, quando uma jovem encontrou um corpo enquanto jogava, e agora três homens foram detidos por criar emboscadas usando o jogo.

Isso ocorreu em O’Fallon, no Missouri (EUA). Conforme reportado pelo Gizmodo, quatro homens armados estavam aproveitando o sistema de geolocalização do Pokémon Go para escolher os lugares mais propícios para assaltos.

Eles olhavam no mapa do jogo onde havia PokeStops que poderiam ser usadas para as emboscadas, então ficavam lá esperando pelas vítimas. PokeStop é onde se pode obter itens especiais, e esses locais são fixos, portanto os assaltantes sabiam que alguém eventualmente apareceria.

Oito ou nove pessoas caíram no esquema, segundo a polícia local. O último assalto ocorreu por volta de 2h de domingo, 10. Mais tarde foi noticiado que pelo menos três dos quatro suspeitos haviam sido detidos; dois deles têm 17 anos e o outro, 18.

Fonte: Olhar Digital

Leia tudo sobre

Aplicativos Brinquedos Internet

Faça um comentário