Planos de saúde devem cobrir 18 novos procedimentos

Entre as mudanças está a inclusão de um medicamento para tratamento da esclerose múltipla

AlexNazaruk

Entrou em vigor a nova cobertura mínima obrigatória dos planos de saúde definida pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Válida desde a última terça-feira, dia 2, a mudança inclui 18 novos procedimentos, entre exames, terapias e cirurgias que atendem diferentes especialidades.

Veja tudo sobre os planos de saúde no Reclame AQUI!

Todos os clientes de planos de saúde que têm contratos desde de 1999 têm direito à cobertura prevista na nova lista. Se as operadoras negarem atendimento, o consumidor pode registrar uma reclamação AQUI e na ANS.

Entre as principais mudanças está a inclusão de um medicamento para tratamento da esclerose múltipla. Os planos também devem disponibilizar oito medicamentos orais para combate a diversos tipos de câncer, entre eles de pulmão, melanoma e próstata.

As novas regras incluem a cobertura de exame de tomografia por emissão de pósitrons/tomografia computadorizada (PET-CT) para diagnóstico de tumores neuroendócrinos; e cirurgias laparoscópicas para tratamento de doenças ligadas ao sistema reprodutor feminino, como câncer de ovário e tratamentos para infertilidade. A lista é atualizada a cada dois anos pela ANS. 

Fonte: Veja

Faça um comentário