Petrobras sobe o preço do botijão de gás em 4,4% nas refinarias

Em algumas cidades o valor do botijão supera os R$ 70,00

Pedro Ventura/Agência Brasília

Dentro de sua política de reajuste trimestral do gás de cozinha, a partir desta próxima quinta-feira (5), a Petrobras vai aumentar o preço do botijão de 13 kg em 4,4% nas refinarias. Ou seja, o preço sobre de R$ 22,13 para R$ 23,10.

O preço para o consumidor final, porém, é bem maior. Em algumas cidades o valor do botijão supera os R$ 70,00, com o repasse de tributos e margens das distribuidoras.

A petroleira destacou que a fraqueza do real ante o dólar, que entre junho e março chegou a uma desvalorização de 16%, somada ao avanço dos preços das cotações internacionais do gás liquefeito de petróleo (GLP) poderiam ter levado a um reajuste ainda maior.

"Esse impacto foi diluído pela combinação entre o período de nove meses usado como base para o cálculo do preço, além do mecanismo de compensação que permitirá que eventuais diferenças entre os preços praticados ao longo do ano e o preço internacional sejam ajustadas ao longo do ano seguinte", disse a Petrobras.

Mesmo assim, no acumulado do ano, o GLP residencial registra uma queda de 5,2% em relação ao preço de dezembro de 2017.

Alguns setores do governo têm defendido a política de subsídio para as famílias de baixa renda, para aliviar o custo do produto no orçamento familiar. O Palácio do Planalto chegou a avaliar o repasse de um valor fixo para as famílias beneficiadas pelo programa Bolsa Família, mas a proposta não prosperou.

Já leu? Projeto de lei torna venda de produtos orgânicos mais rígida

Fonte: G1/Destak

Leia tudo sobre

Feed

Faça um comentário