Oxímetro: com a Covid-19, crescem a procura e as reclamações

De 1º de março até o dia 11 de maio, volume de reclamações relacionadas ao equipamento cresceram 1.142%

Reclame AQUI

Com a pandemia de Covid-19, além de máscaras, luvas e álcool gel, um aparelhinho tem sido bastante procurado por muita gente: o oxímetro. É um equipamento que mede o nível de oxigênio no sangue, e junto a outro grupo de dados observados e coletados pelos médicos, pode ajudar no diagnóstico de Covid-19. O Reclame AQUI fez um levantamento no site e constatou que desde o mês de março o volume de reclamações tem aumentado. De lá para cá, até o dia 11 de maio, esse volume cresceu 1.142%.

Conforme uma reportagem publicada na Revista Época nessa terça-feira (12), o Google registrou um aumento de buscas pela palavra oxímetro, com pico no mês de abril, com destaque para os estados do Pará, Rio de Janeiro e Amazonas. O programa SBT Brasil também exibiu uma reportagem na edição do jornal na noite dessa terça-feria, onde mostra o aumento na procura e compra do equipamento. 

 

 

Consumidores reclamam de não entrega a valor abusivo 

Em março, os consumidores registraram no Reclame AQUI apenas 19 reclamações sobre o oxímetro. Mas só nesses primeiros dias de maio já são 236. Muitas dessas reclamações são referentes à compra e não entrega do produto, outras, de aumento de preço com a pandemia e até de cobrança do produto e cancelamento de compra.

No dia 13 de abril, uma consumidora de São Paulo comprou um oxímetro com previsão de entrega de 5 dias úteis a partir do momento da compra, mas até hoje não recebeu o produto. “No dia 27/04/2020 via WhatsApp me informaram que eles tiveram um atraso na entrega do produto e que o mesmo iria chegar na minha residência até 08/05/2020, o que não ocorreu. Informei que uso o oxímetro para trabalho pois sou médica. Gostaria de cancelar meu pedido e receber o dinheiro de volta”.

Já esse outro, morador de São Paulo, teve o produto entregue no Pará. “Comprei um oxímetro em 22/04. Segundo o site da Amazon (imagem Amazon anexa), o produto foi entregue hoje. Segundo o site dos Correios, a entrega com o código de rastreamento indicado foi feita hoje, mas no Pará (imagem Rastreamento anexa). Eu estou em São Paulo e, obviamente, não recebi o oxímetro. Vocês podem me explicar o que está acontecendo?” 

Leia tudo sobre

Feed Novo Coronavírus

Faça um comentário