Novo documento de identidade começa a ser emitido nesta terça (20) em SP

Entre as mudanças no novo RG estão o tamanho reduzido e a inclusão das informações de outros documentos

Reprodução R7

Aos poucos um antigo desejo dos cidadãos, de carregar menos documentos na carteira, começa a se tornar realidade. Inicia nesta terça-feira, dia 20, no Estado de São Paulo, a emissão de um novo modelo de documento de identidade, mais moderno, compacto e seguro.

O serviço está disponível em todos os postos do Poupatempo/SP, e o cidadão pode agendar a emissão de graça pelo site do serviço. A primeira via do documento é gratuita, caso o cidadão precise da segunda via do documento, é cobrado o valor de R$39,80.

Novo visual e novas funções no documento de identidade

Com dimensões menores, o formato vai permitir a inclusão das informações de outros documentos, como o Título de Eleitor e a Carteira Nacional de Habilitação, numeração da carteira de trabalho, certificado militar, carteira nacional de saúde e dados como o tipo sanguíneo e indicativo de necessidades especiais. Para incluir essas informações, é preciso que o cidadão leve os documentos originais para comprovar.

Entre os benefícios que trará à população, o RG mais moderno terá também novos dispositivos para aumentar a segurança, evitando falsificações. Além disso, a possibilidade da inclusão de nome social sem a necessidade de alteração no registro civil.

Imagem: SSP/SP

Antigo documento continua valendo

Para quem tem o modelo antigo de RG, não é preciso trocar, ele continua sendo aceito, tem validade. Mas quem precisa tirar o documento pela primeira vez ou precisam de uma segunda via, já poderão ter acesso ao novo modelo.

Até agora, oito estados já aderiram ao novo formato, Goiás, Mato Grosso, Acre, Maranhão, Ceará, Rio de Janeiro, Paraná e Rio Grande do Sul, além do Distrito Federal. Aqueles estados que ainda não aderiram, têm até março de 2020 para atender as normas da nova regulamentação. A padronização do documento, segue as regras do  Decreto Federal nº 9.278/2018.

Fonte: UOL/G1

Leia também: Identidade digital pode ser emitida a partir do segundo semestre

Leia tudo sobre

Cidadania Destaque Feed São Paulo

Faça um comentário