Motoristas têm dificuldades ao pedir estorno no Seguro DPVAT e reclamações crescem 1.647%

Nessa quarta-feira (15) iniciou o prazo para motoristas pedirem restituição do valor pago a mais

Trucão Comunicação

As dificuldades para motoristas pedirem o estorno do valor pago a mais no Seguro DPVAT, nessa quarta-feira (15), geraram um volume de reclamações 17 vezes maior que a média diária para a Seguradora Líder, responsável pelo processo.
Um levantamento feito pelo Reclame AQUI Notícias nesta manhã, mostra que do dia 1º a 14 de janeiro a média diária de reclamações para Seguro DPVAT – Seguradora Líder era de 17, no site do Reclame AQUI. Só nessa quarta-feira (15), foram quase 300, um aumento de 1.647%.

Os motoristas, desde ontem, registram sua insatisfação no site do Reclame AQUI mostrando as dificuldades em validar os próprios dados pessoais, também para entrar em contato com a Seguradora Líder, que administra o seguro, não localização do pagamento, além de instabilidade no site da seguradora.

Ainda na manhã desta quinta-feira (16) os consumidores registram reclamações sobre o assunto e suas experiências ao tentar pedir a restituição do valor pago. Um consumidor de Belo Horizonte explica no site do Reclame AQUI que não consegue validar seus dados. “Quando entro no site para solicitar o ressarcimento da diferença do valor, informa a seguinte mensagem: "Dados não conferem com as informações do proprietário do veículo para restituição".  O veículo está no meu nome, com todas as taxas pagas”.

À reportagem do site AUTO Esporte, do G1, a empresa Seguradora Líder afirmou que o site apresentou instabilidade e que trabalhava para resolver o problema de lentidão também. A empresa diz que cerca de 2 milhões de pessoas têm direito de receber o estorno. Só no Estado de São Paulo, são mais de 900 mil motoristas. 

Entenda o que acontece

Nessa quarta-feira iniciou o prazo para o pedido de restituição dos motoristas que pagaram a mais pelo Seguro DPVAT. Isso porque desde novembro de 2019 havia um impasse sobre extinção do seguro e redução do valor cobrado, o que se estendeu até o início de 2020. Por fim, o Supremo Tribunal Federal liberou a redução no valor do seguro. Assim, quem pagou o valor sem a redução, pode pedir a restituição do valor.

Você sabe o que é o DPVAT?

O seguro DPVAT (Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Via Terrestre), instituído por lei desde 1974, cobre casos de morte, invalidez permanente ou despesas com assistências médica e suplementares (DAMS) por lesões de menor gravidade causadas por acidentes de trânsito em todo o país. Cada meio de transporte tem um valor diferente.

Fonte: Olhar Digital/Auto Esporte

Leia tudo sobre

Feed Imposto

Faça um comentário