Metrô Rio passa a aceitar pagamento de usuários via cartão de crédito

Serviço será aceito em todas as 41 estações das linhas 1, 2 e 4

Divulgação

Os usuários do metrô do Rio de Janeiro podem, desde esta segunda-feira (29), pagar a tarifa do serviço com cartão de crédito ou celular, via aproximação. A funcionalidade é fruto de uma parceria entre Metrô RioBanco do BrasilBradesco, Cielo e Visa.

Todas as 41 estações do Metrô Rio (linhas 1, 2 e 4) possuem validadores compatíveis com a nova modalidade de pagamento. Eles já estão devidamente sinalizados, garante a concessionária. O usuário precisa apenas aproximar o cartão de crédito do equipamento para a tarifa ser cobrada, sem necessidade de digitar senha.

Como funciona o pagamento?

O cartão precisa ser do tipo contactless. Como alternativa, o usuário pode fazer o pagamento via serviços como Apple Pay e Samsung Pay. Relógios ou pulseiras com NFC também são compatíveis. Não há taxas ou valores adicionais nos pagamentos via aproximação: apenas a tarifa vigente é cobrada.

Metrô Rio e Visa apontam duas vantagens da nova modalidade de pagamento: comodidade ao usuário, que não precisa comprar ou recarregar bilhetes nos postos — as tarifas são cobradas na fatura do cartão de crédito — e diminuição das filas nas bilheterias das estações. Outro benefício é a facilidade para turistas utilizarem o metrô.

De acordo com a Visa, o Metrô Rio é a primeira concessionária de transportes do mundo a implementar a plataforma Secure Access Module (SAM), que permite que a tecnologia seja usada sem necessidade de trocar os validadores — basicamente, é preciso apenas instalar um chip para cada equipamento ser compatível.

Além de usar cartões de crédito contactless já existentes, em breve, os usuários poderão adquirir cartões compatíveis em terminais da Saque e Pague na Estação Central. Por serem cartões pré-pagos, essas unidades poderão ser usadas em outros estabelecimentos.

Quais bandeiras de cartão de crédito são aceitas?

Por ora, somente cartões com bandeira Visa são aceitos. Mas a Visa garante que o sistema foi desenvolvido para aceitar cartões de outras bandeiras, basta que as empresas responsáveis manifestem interesse pelo serviço.

A Visa diz ainda que a tecnologia poderá ser utilizada nos sistemas de transportes de outras cidades brasileiras, sejam eles de modalidade ferroviária ou rodoviária. A companhia não revelou, porém, se já há projetos semelhantes em andamento em outros municípios.

Leia também: Metroviários de São Paulo podem entrar em greve nesta terça-feira (30)

Fonte: Tecnoblog

Faça um comentário