Mês de agosto começa com bandeira vermelha nas contas de luz

Aneel diz que estação de seca nas principais bacias hidrográficas torna mais custosa a geração de energia elétrica

Kevin David/A7 Press/Folhapress

Se para os consumidores supersticiosos o mês de agosto é duro de encarar, então de largada já têm uma notícia nada agradável para o bolso. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) anunciou que a bandeira tarifária para este mês será vermelha, patamar 1. Na prática, isso significa um custo de R$ 4 para cada 100 quilowatts-hora consumidos. A bandeira passa a valer a partir desde dia 1º de agosto.

Para não ter surpresas com a próxima conta de energia elétrica, cabe uma única saída: economizar. A lista de possíveis vilões é uma velha conhecida do consumidor. Chuveiro elétrico, ar condicionado, eletroeletrônicos ligados em modo stand by, uso incorreto da geladeira, iluminação e ferro de passar roupas. Evitar o desperdício e fazer o uso consciente pode ser uma boa saída (leia dicas abaixo).

O que significa bandeira tarifária?

O sistema de bandeiras tarifárias criado pela Aneel é baseado no custo de produção de energia. Em seu site, a Aneel explica que agosto “é um mês típico da estação seca nas principais bacias hidrográficas do Sistema Interligado Nacional (SIN). A previsão hidrológica para o mês sinaliza vazões abaixo da média histórica e tendência de redução dos níveis dos principais reservatórios”. Com condições mais difíceis para a geração de energia elétrica, mais custo é repassado.

Dicas de uso

Chuveiro elétrico – tome banhos mais curtos, selecione temperatura morna e verifique se o chuveiro funciona dentro da normalidade

Ar condicionado – feche janelas e portas, mantenha os filtros limpos para otimizar a energia, reduza o tempo de uso

Geladeira – deixe a porta sempre fechada e evite abrir e fechar muitas vezes seguidas, regule a temperatura interna, deixe os alimentos esfriarem antes de colocar na geladeira (assim ela trabalha menos para resfriá-los), não coloque panos para secar na parte de trás da geladeira, não forre as prateleiras (assim o ar frio pode circular melhor).

Iluminação – prefira a iluminação natural, lâmpadas econômicas e desligue a luz sempre que sair de um ambiente

Ferro de passar – acumule roupas, nunca deixe o ferro ligado enquanto faz outras atividades

Aparelhos em stand-by – retire da tomada sempre que puder ou quando não for usar por muito tempo

Fonte: Aneel/G1

Leia tudo sobre

Aneel Economia Energia Feed

Faça um comentário