Mãos dadas: pedidos e ajudas começam a se conectar na Rede de Apoio

Projeto do Reclame AQUI está conectando pessoas que precisam de ajuda nesse momento de crise. Ajudas entre Sudeste e Nordeste já aconteceram

Reclame AQUI

O primeiro fim de semana da Rede de Apoio já aqueceu muitos corações pelo Brasil, tanto de quem doou, quanto de quem recebeu. Até a manhã desta segunda-feira (30), mais de 120 pedidos de ajuda foram registrados no site do Reclame AQUI, e doações de remédio, cestas básicas e até uma televisão usada já chegaram na casa das famílias.

A Rede de Apoio começou mobilizando os colabores do Reclame AQUI. Assim, de Maceió (AL), saiu uma cesta básica direto um morador desempregado no bairro do Butantan, em São Paulo. Do Brooklin para o Capão Redondo, na capital paulista, saíram pacotes de fralda infantil e remédio para melhorar a respiração. E dos primeiros registros no site, de São Paulo está chegando esta semana uma televisão na casa da Shirlei, que mora em Salvador (BA), que está desempregada, mora sozinha e sofre de depressão.

A maior parte das histórias é de pedidos de ajuda para pessoas físicas, de filhos para os pais, entre vizinhos, conhecidos e amigos. E as maiores necessidades são alimento, apoio financeiro para pagar as contas, álcool gel e máscaras. Para o fundador e CEO Global do Reclame AQUI, Mauricio Vargas, a Rede de Apoio já está dando certo.

 

Leia também: Reclame AQUI se torna uma Rede de Apoio para unir quem precisa de ajuda e quem quer ajudar

Leia tudo sobre

Feed Rede de Apoio

Faça um comentário