Maioria dos consumidores é contra celular de presente no Dia das Crianças

Pesquisa Reclame AQUI ouviu 8 mil brasileiros; 25,9% vão comprar brinquedos

Depositphotos

Uma pesquisa feita pelo Reclame AQUI descobriu que 42,7% dos consumidores acham péssimo das um celular ou tablet de presente neste Dia das Crianças, porque pode causar vício e prejudicar a vida social dos pequenos. Outros 32,96% consideram ruim, porque a crianças deixam de brincar com outras coisas.

Numa escala que vai de péssimo a ótimo, 13% disseram que um celular de presente para as crianças é regular, porque pode distrair os filhos. Apenas 11,2% consideram bom ou ótimo essa opção de presente.

Das mais de 8 mil pessoas entrevistadas, 52,19% disseram que não vão comprar presentes de Dia das Crianças este ano, contra 36,48% que vão comprar e outros 11,32% que ainda não decidiram às vésperas da data. Dos que vão comprar, 25,9% preferem os brinquedos de primeira infância, 18,24% devem comprar bonecos ou bonecas (incluindo personagens) e 10,23% vão comprar carrinhos (controle remoto ou autoramas) e jogos de tabuleiros. Celulares e smartphones aparecem apenas na 13º opção para presente, na frente de tablets, lazer ou livros.

Até R$ 100

Os filhos representam 52,82% dos que vão ganhar os presentes. Outros 36,45% vão presentear sobrinhos e 10,5% vão comprar algum presente para netos.

Sobre os gastos, os presentes não vão passar dos R$ 100 para 49,9% dos entrevistados. Outros 28% devem gastar entre R$ 100 e 200. Apenas 0,9% deve gastar mais de R$ 2 mil. 

Leia tudo sobre

Dia das Crianças Pesquisa

Faça um comentário