Lojas vendem o mesmo produto com preços e em plataformas diferentes

Não é incomum encontrar preços diferentes no mesmo lojista, para o Reclame AQUI a medida é lesiva ao consumidor

Sabia que as lojas virtuais oferecem o mesmo produto com preços diferentes quando comprados pelo celular ou pelo computador? A denúncia é de um consumidor que "estranhou" que, ao pesquisar o preço de um aparelho celular no Pontofrio.com, o produto custava R$ 1.274,15, pelo celular, e R$ 1.499, pelo computador, ao mesmo tempo. Uma diferença de preço de quase 18%, as informações são do R7.

Nossa equipe de reportagem foi conferir se a diferença acontecia também em outros sites, no site do Extra a oferta do iPhone 4S, 8GB com câmera 8MP, Touch Screen, 3G, GPS, MP3, Bluetooth e Wifi branco, saia por R$ 934,15 via celular. O mesmo aparelho saia por R$ 1.099 se a oferta era acessada via site.

Confira abaixo a pesquisa que fizemos no site do Extra.com.br. Veja a diferença no valor de um mesmo produto:

No site Ponto Frio, um Tablet DL Hello Kitty branco com tela 7”, 4GB, Wi-Fi, 2 câmeras integradas, suporte à Modem 3G, Android 4.4, Processador Dual Core e bolsa protetora custava R$ 299 via computador, o mesmo produto saia por R$254,15 se acessado por um smartphone.

Mas não há como afirmar que compras pelo celular podem sair mais baratas. No caso do Walmart não notamos diferença, apesar de termos procurado por produtos diferentes (Cooktop, Ovos de Páscoa, iPhone, Caixinha de som).

Notas Extra.com e Pontofrio.com

Extra.com.br e o Pontofrio.com esclarecem que oferecem “ações promocionais diferentes por canal e que podem sofrer alterações durante o dia em razão de dinâmicas promocionais e monitoramento do mercado, de forma a oferecer os preços mais competitivos aos consumidores. 

A empresa reforça que pauta suas ações de acordo com a legislação, e tem a missão de criar soluções para facilitar e melhorar a experiência de compra de seus clientes por meio do site, smartphone ou tablet"

Nota Walmart

"O Walmart.com ratifica seu respeito à Legislação em vigor e reafirma que trabalha permanentemente com o objetivo de oferecer a melhor experiência de compra a seus consumidores.”

Para o Reclame AQUI, medida lesa o consumidor

De acordo com o gerente de operações do Reclame AQUI, Diego Campos, a prática ocorre até mesmo quando o dispositivo utilizado é o mesmo. "Não sendo incomum encontrar preços diferentes no mesmo lojista, bastando para isso alterar a forma como se acessa o produto”, disse.

Para Campos, a atividade é lesiva ao consumidor. "Um mesmo produto, consumidores diferentes podem pagar preços distintos, bastando para isso acessar o produto por canais distintos”. Neste caso, o consumidor tem o direito de pagar o preço mais baixo apresentado, e não oferecer um produto ao preço menor que está sendo oferecido em outro canal pode ser considerado como propaganda enganosa.

Quem se flagrar sendo vítima deste tipo de prática pode abrir uma queixa contra a empresa, para isso basta que você Reclame AQUI

Faça um comentário