Internautas criticam escolha de modelo plus size em campanha da C&A

Seguidores argumentam também não encontrar tamanhos grandes nas lojas

Reprodução

A C&A lançou uma nova campanha de jeans com o tema “diversidade”, e pelo menos duas fotos publicadas pela marca geraram comentários negativos na internet.

Para representar o público plus size, a modelo Maria Luiza Mendes aparece em fotos com os dizeres: "Sou gorda & sou sexy". Os internautas criticaram a escolha da modelo, considerando-a uma mulher curvilínea, e ainda argumentaram que não encontram tamanhos grandes nas lojas. O episódio causou polêmica e os seguidores se posicionaram no Facebook da marca:

Diante da repercussão do assunto, a modelo postou em sua conta do Instagram um desabafo sobre o caso. Confira um trecho abaixo ou na íntegra clicando aqui:

"Eu tenho 1,73m e peso 85kg. Meu IMC é de 28,40, portanto sou considerada uma pessoa acima do peso.Segundo o dicionário Michaelis, Gordo é quando há excesso de tecido adiposo; algo de dimensões avantajadas, bem nutrido. Segundo o Google: que tem gordura ('tecido adiposo') ou tem uma quantidade de gordura acima da usual; obeso, cheio, corpulento.
 
Então queria dizer, C&A, você está ..............................CERTA!
 
Eu também sou gorda. Talvez menos gorda que você, só gordinha, ou mais que você. Mas o fato é que eu também sou gorda. Isso não é ofensivo para mim. É uma característica física minha. Li muito nos comentários que eu sou uma pessoa Normal. Ainda bem né gente?? Hahahaha Mas não entendi...Se eu sou normal, quem foge disso é anormal?"
 

Sou negra & sou loira

Outra foto polêmica da campanha traz uma imagem da modelo Maria Preu Fernandes com os dizeres "Sou negra & sou loira". Alguns internautas discordaram da escolha, e a discussão também gerou polêmica.

Mais: Loja causa polêmica ao usar modelo magra em propaganda de calça GGG

Nota da empresa

Em nota, a C&A informou que incentiva seus clientes a "misturar e se divertir com as combinações, utilizando a moda como forma de expressão, livre de conceitos definidos e de julgamentos". A empresa ainda pontuou o respeito à diversidade e às opiniões, e afirmou que traz para as lojas físicas e online, um mix de produtos com numerações e propostas distintas.

No Reclame AQUI, a marca possui reputação "Bom", com 76,4% das reclamações solucionadas referentes aos últimos seis meses.

Fontes: Estadão/Estado de Minas

Leia tudo sobre

Moda e vestimenta Polêmica

Faça um comentário