Ingressos para Olimpíada causam dúvidas a torcedores

Consumidor pensou que veria seus jogos no Maracanã, mas local será no Engenhão

Divulgação

A 40 dias da Olimpíada do Rio, cariocas e turistas enfrentam dificuldades com ingressos para os jogos, que serão realizados de 5 a 21 de agosto. As queixas são variadas, vão desde mau atendimento, a problemas com comunicação sobre assentos nas arenas e locais das provas, dificuldade de negociar os ingressos que, por algum motivo, não serão mais usados, a casos caracterizados, por especialistas, como propaganda enganosa.

No Reclame AQUI, o cadastro Olimpíadas Rio 2016, que recebe queixas do site oficial da competição (rio2016.com.br), possui 144 reclamações desde junho de 2015, quando começaram os pedidos por ingressos para os jogos.

De acordo com repotagem do O Globo, o analista de suporte Maurício Mazzoni comprou, em janeiro deste ano, ingressos para toda família para as partidas de futebol feminino e masculino no Maracanã. Como nenhum de seus parentes, moradores das regiões Serra e dos Lagos, conhece o estádio, Mazzoni conta que essa foi a maior motivação para as escolhas. No entanto, na semana passada, quando os ingressos chegaram em sua casa, veio a surpresa, o endereço não era o do Maracanã, mas do Engenhão.

"Uma pessoa que não conheça o Rio poderia perceber a confusão só na hora e acabar perdendo a partida, já que a indicação no site é Maracanã. Levei um susto e ainda vou ficar mal com meus familiares porque a promessa era de levá-los para conhecer o Maracanã na Olimpíada", contou.

O Comitê Rio-2016 alegou que a inscrição Maracanã, ao lado do nome da instalação Estádio Olímpico, refere-se à região do evento e abrange todas as instalações deste local (Maracanã, Maracanãzinho, Estádio Olímpico, ou Engenhão, e Sambódromo).

Consumidor é induzido ao erro

No entanto, na avaliação do Procon RJ, esse é um caso de propaganda enganosa, uma vez que o consumidor é induzido ao erro pela falta de clareza da informação. A autarquia informou que, em casos como esse, o comprador tem direito de pedir a devolução do dinheiro diretamente pelo Rio-2016, apesar da regra para casos de desistência seja revendê-los pelo site oficial.

Se o problema não for solucionado, pode-se abrir uma reclamação ou até mesmo recorrer à Justiça. A autarquia acrescenta que também já tinha registrado queixa de outro consumidor que havia comprado ingressos para um jogo que aconteceria no Maracanã, mas teve o local alterado, sem aviso. O órgão estadual disse que está em contato com a Rio Empresa Olímpica para buscar uma solução.

Mudança na arquibancada

Quando comprou seus ingressos para a competição de remo, o analista de sistemas Jorge Faria pretendia acompanhar com a família o mais próximo possível da linha de chegada. Não à toa, escolheu a arquibancada flutuante, localizada na Lagoa. No entanto, seis meses depois de comprar os bilhetes, soube que não haveria mais a arquibancada flutuante. Faria conta que entrou em contato com o Rio-2016 pedindo o estorno do valor dos ingressos, no entanto, foi informado de que, como já havia passado o prazo de sete dias de arrependimento, previsto no Código de Defesa do Consumidor (CDC), a sua alternativa seria usar o sistema de revenda do site dos Jogos, onde poderia receber o dinheiro de volta ou não, dependendo do interesse de outros consumidores.

"A empresa deveria ter o cuidado de, pelo menos, informar a alteração e se comprometer prontamente a devolver o dinheiro de quem não quisesse mais o ingresso. Assim como eu, certamente muita gente comprou por causa do local", conta Faria, que conseguiu solucionar seu problema.

Segundo o Comitê Rio-2016, o reembolso dos ingressos do consumidor será feito em até 30 dias.

A poucos dias dos Jogos Olímpicos do Rio, você está com algum problema com seu ingresso, tem alguma dúvida ou queixa para fazer? Reclame AQUI!

Fonte: O Globo

Leia tudo sobre

Olimpíadas Rio de Janeiro

Faça um comentário