Greve aumentou reclamações, mas bancos responderam no Reclame AQUI

Em setembro, foram com 10,2 mil queixas, alta de 21% em relação a agosto

Rovena Rosa/ Agência Brasil

O número de reclamações de clientes contra os cinco maiores bancos do país no site Reclame AQUI atingiu o maior patamar do ano no mês de setembro, com 10,2 mil queixas. O número representa alta de 21% em relação a agosto. 

O volume de reclamações dos consumidores cresceu durante o período de greve dos bancários. Os trabalhadores entraram em greve no dia 6 de setembro e voltaram nesta sexta-feira, dia 7 de novembro.

Na comparação com setembro de 2015, quando foram registradas 8,6 mil reclamações, a alta no número de queixas foi de 17%, ainda considerando os cinco maiores bancos.

Os números registrados pelo site em setembro também revelam que a greve deste ano já gerou mais reclamações do que na última paralisação dos bancários. Em 2015, a greve aconteceu mais tarde – a categoria suspendeu suas atividades entre os dias 6 e 26 de outubro. Durante aquele mês, foram registradas 9,6 mil reclamações contra os 5 maiores bancos no site Reclame AQUI, um aumento de 10,7% em relação ao mês anterior.

O CEO do Reclame AQUI, Mauricio Vargas, afirma que o forte aumento no número de reclamações em setembro está diretamente ligado à greve dos bancários. “Aquele cliente que precisa realmente do banco para sacar o FGTS e o seguro-desemprego, é esse cara que está vindo reclamar”, afirma, acrescentando que essas reclamações se referem especialmente a queixas contra a Caixa e ao Banco do Brasil.

 

Bancos conseguem resolver os casos

Entre os 5 maiores bancos, o maior aumento no número de reclamações em setembro foi do Bradesco, com avanço de 62,5%, seguido pelo Banco do Brasil, com 35,7%. A Caixa Econômica Federal e o Itaú Unibanco tiveram aumento de 15,3% e 11,4% no número de queixas, respectivamente. Apenas o Santander teve menos reclamações no mês, com queda de 1%.

Mesmo com o aumento das queixas, os bancos conseguiram bons índices de solução dos problemas pelo Reclame AQUI, com exceção da Caixa Econômica. O Bradesco resolveu 80% dos problemas nos últimos seis meses, seguido do Itaú, que solucionou 77,1%. A seguir, aparecem o Santander, 73,5%, Banco do Brasil, 66,3% e a Caixa, com 29,3% de reclamações resolvidas.

Fonte: G1

Leia tudo sobre

Bancos Greve

Faça um comentário