Golpe da casa pré-fabricada já fez pelo menos 79 vítimas no RS

Conquistar a casa própria não é tarefa muito fácil de ser atingida. A meta fica mais difícil ainda quando se encontra no meio do caminho construtoras que não cumprem o que foi acordado com seus clientes, agindo de forma que assim que o pagamento era feitorecebendo o pagamento, mas não entregando o produto.

Nos últimos meses, pelo menos 79 pessoas foram vítimas de um golpe em municípios da região: elas pagaram por casas pré-fabricadas, mas não receberam as moradias e ainda descobriram que os vendedores sumiram. 

Dicas: Problemas na compra do imóvel? Confira 8 direitos que você tem

Segundo a reportagem do G1, as empresas são suspeitas de aplicarem os golpes nos municípios de Viamão, Guaíba, Eldorado do Sul e Gravataí. Até agora, oito companhias são investigadas: Madevargas, Madesul, IR Maciel, Casas Bell Art, Feira da Construção, Ilse Ludwig (Madeireira Junior), L&S Materiais de Construção e Stefann Junior Vedoy – Casa Bela.  (foto: Reprodução)

A Delegacia do Consumidor (Decon) da capital abriu inquérito na segunda-feira, dia 6, para investigar o golpe. Segundo o delegado Volnei Fagundes, ocorrências desse tipo não são incomuns, mas aumentaram “sobremaneira” nos últimos meses. Ele diz que a polícia já tem suspeitos do golpe.

“Se ocorre um problema entre uma construtora e um consumidor, é uma questão cível. Mas essa prática em sequência é fraude. O empresário fica 20 dias em um local e depois fecha e abre em outro. Tem um deles que já abriu três empresas”, afirmou o delegado.

O delegado pede que aos clientes que se sentirem lesados que procurem a Delegacia do Consumidor na Avenida Presidente Roosvelt, 981, bairro São Geraldo, na capital. Além disso que tal abrir uma queixa no Reclame AQUI para alertar outras pessoas a não caírem no mesmo golpe?

Fonte: G1

Leia tudo sobre

Construtora Fraude Imóvel

Faça um comentário