General Mills retira “100% natural” de embalagens

A companhia norte-americana de alimentos General Mills anunciou na última terça, 18, que irá retirar a frase "100% natural" dos rótulos de produtos da marca de barras de granola, Nature Valley.

No começo de novembro, algo semelhante aconteceu no Brasil. Uma análise sobre embalagens de “cereais matinais” realizada por pesquisadores da Universidade de São Paulo mostrou que as informações obrigatórias nos rótulos, tais como a tabela nutricional e a lista de ingredientes, são exibidas de forma não competitiva em relação à mensagem publicitária da marca, favorecida pelo design. Assim, o que o consumidor mais precisa saber sobre os alimentos fica em segundo plano, em benefício do marketing. Confira a matéria na íntegra

Acordo

A mudança faz parte de um acordo decorrente de quatro processos iniciados em 2012, que acusavam a General Mills de anunciar seus produtos como naturais, quando contêm ingredientes processados e geneticamente modificados.

Esta é a mais recente concessão de indústrias de alimentos dos Estados Unidos na disputa sobre a definição de alimentos naturais.

No acordo, a General Mills se compromete a não usar a declaração "100% natural" em produtos que levam ingredientes processados, como xarope de milho, e aditivos, como maltodextrina.

Além disso, a empresa fica proibida de usar a frase em produtos que contenham substâncias geneticamente modificadas.

Natural

A Administração Federal de Alimentos e Medicamentos (FDA, na sigla em inglês) não criou uma definição formal para o termo "natural", mas defende que a palavra só deve seu usada em produtos livres de substâncias artificiais ou sintéticas.

Consumidores, em busca de regras mais restritas sobre a definição de alimentos naturais, começaram a abrir processos contra empresas.

Fonte:  Exame

Faça um comentário