Facebook suspende cerca de 200 aplicativos por uso indevido de dados

Processo de investigação conta com duas fases de avaliação

Divulgação/Facebook

Em resposta ao escândalo criado em torno do uso de dados do Facebook pela consultoria política Cambridge Analytica, a rede social suspendeu até agora cerca de 200 aplicativos, devido a algum tipo de violação de conduta no uso de informações dos usuários.

Cada aplicativo, dos milhares já analisados, passa por duas fases de avaliação. A primeira conta com um estudo para saber mais sobre o comportamento e se eles acumulam grande volume de dados da rede social. A segunda é realizada com entrevistas junto aos programadores, que devem detalhar tudo sobre suas criações e o que eles fazem com o acesso aos perfis.

A rede social já mudou sua política em 2014, a fim de limitar o acesso aos dados de seus usuários, mas a empresa observou que alguns aplicativos ainda tinham dados obtidos antes desta modificação.

Ainda não se sabe ao certo quais foram os abusos, os títulos banidos e a dimensão do estrago, contudo, o Facebook adiantou que vai notificar as pessoas atingidas e quem tiver dúvidas poderá entrar na mesma página criada para saber se você teve sua vida exposta no escândalo da Cambridge Analytica.

"A investigação continua", afirmou Ime Archibong, vice-presidente de produtos associados ao Facebook, em um comunicado publicado online.

Leia: Falha do Google Maps permite hackers roubarem dados pessoais de usuários

Fonte: G1/TecMundo

Faça um comentário