Empresas são multadas por falta de informações em embalagens

Nestlé e Procosa Produtos de Beleza terão 30 dias para fazer o pagamento

Reprodução

Duas empresas foram multadas pela Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), vinculada ao Ministério da Justiça, por violarem o direito do consumidor à informação.

A Nestlé, que possui reputação “Ótimo” no Reclame AQUI, deve pagar R$ 382,4 mil de multa por deixar de colocar, na embalagem do biscoito Bono sabor morango, um rótulo indicando a presença de transgênicos.

A Procosa Produtos de Beleza, dona da marca Colorama, foi multada em R$ 543,6 mil por reduzir a quantidade do “Shampoo Colorama Ultra Camomila” de 500 ml para 350 ml, sem informar a mudança na embalagem. Essa prática caracteriza "maquiagem de produto".

As multas deverão ser pagas em 30 dias e irão para o Fundo de Defesa de Direitos Difusos.

Feriram direitos do consumidor

Segundo a Senacon, a Nestlé feriu a liberdade de escolha do consumidor, enquanto a Procosa violou os princípios da boa-fé e da transparência.

O artigo 66 do Código de Defesa do Consumidor caracteriza como infração "fazer afirmação falsa ou enganosa, ou omitir informação relevante sobre a natureza, característica, qualidade, quantidade, segurança, desempenho, durabilidade, preço ou garantia de produtos ou serviços".

 
Fonte: Valor Econômico

Faça um comentário