Empresas de leilões em análise no Reclame AQUI deixam consumidores desconfiados

Desde março de 2019, os sites possuem 411 queixas; somente neste mês de julho os leilões somaram 237 reclamações

Reprodução

Há alguns meses, sites suspeitos de leilões têm aparecido no radar do Reclame AQUI como empresas “em análise”, o que significa que, diante de uma auditoria, existem evidências claras de irregularidades nas reclamações. 

Dados levantados pelo Reclame AQUI Notícias mostram que das quatro empresas suspeitas – Lopes Leilão SP, Santos Leilões, Elite Leilões Online e Salustiano Leilões –, todas apresentam reclamações de clientes que dizem cair em um golpe. Desde março de 2019, os sites possuem 411 queixas, sendo que somente neste mês de julho os leilões somaram 237 reclamações (57,6%), contra 9 no primeiro trimestre deste mesmo ano.

Site bloqueia comprador após pagamento

Em entrevista ao G1 na última terça-feira (30), um comprador, que prefere não se identificar, afirma que arrematou um carro da marca BMW por R$ 18.930 e, após efetuar o pagamento, o suposto leiloeiro sumiu.    

Ele conta que, antes da compra, tinha contato com dois representantes da Elite Leilões, tanto por meio de ligações quanto por mensagens via WhatsApp. "Porém, quando efetuei o pagamento e pedi o documento do carro, placa, eles me bloquearam, pararam de me responder".

Em seguida, a conta de usuário que ele tinha no site também foi excluída e ele não conseguiu mais contato com a plataforma leiloeselite.com. "Esse site era o que sempre aparecia na pesquisa do Google, nunca ia imaginar que fosse um golpe. O sentimento é de indignação, onde bandidos utilizam ferramentas legais para enganar e roubar e nada acontece".

A vítima conta que tentou estornar a transferência, mas foi informada pelo banco Itaú que não seria possível. Após descobrir que a conta informada pela empresa pertence a um idoso que mora em Diadema, ele foi até a residência do homem para descobrir o que havia acontecido. "O senhor disse que perdeu o cartão, que possivelmente alguém estava utilizando", conta.

Nos anúncios disponíveis no site da Elite Leilões Online, consta a informação de que os veículos são recuperados de financiamento do Itaú, mas o banco nega possuir qualquer relação com o site.

"Qualquer pessoa, cliente ou não, que identificar e-mails, aplicativos, páginas ou perfis falsos em redes sociais com mensagens suspeitas pode reportá-los para o canal emailsuspeito@itau-unibanco.com.br. Além disso, o banco disponibiliza um canal em seu site com orientações para toda a sociedade se prevenir de golpes: www.itau.com.br/seguranca", afirma, em nota.

Se desconfiar de algo, registre no Reclame AQUI!

Leia tudo sobre

Feed Fraude

Faça um comentário