Em ranking de qualidade de vida, Brasil ocupa o 70º lugar entre 86 países

No Reclame AQUI Serviços Públicos são encontradas reclamações sobre questões que estão em precariedade em diversos pontos do país. Um consumidor de Pernambuco, por exemplo, registrou sua indignação sobre a segurança em seu bairro, ou melhor, sobre a falta dela, na página da Polícia Militar do Estado. “Devido à tamanha ausência de segurança pública neste local, há um alto crescimento no número de assaltos. Por isso, refaço minha pergunta, qual é o efeito deste órgão destinado exclusivamente para fazer rondas?”, questiona.

Um outro consumidor de São Paulo expõe o problema da saúde pública na página do Ministério da Saúde. "Algo deve ser feito referente à unidade do AMA que vocês têm no Capão Redondo. Não há médicos e as pessoas aguardam lá por horas e horas a última vez que fui lá estava com suspeita de dengue e aguardei cerca de 9 horas para ser atendido, isso é uma falta de respeito com as pessoas, providências tem que ser tomadas imediatamente", protestou.

Esses casos são um pequeno reflexo do porque não é uma surpresa ver que o Brasil tenha ficado em 70º lugar em um ranking que avalia a qualidade de vida entre 86 países, no qual os critérios usados são a segurança, o poder de compra, relação entre tráfego e tempo de viagem, assistência médica e nível de poluição. O primeiro lugar foi alcançado pela Suíça, seguida de Alemanha e Suécia. Já na lanterninha, ficou a Venezuela, atrás da Mongólia e do Vietnã. A lista foi criada pelo Numbeo, o maior centro de dados do mundo com conteúdo gerado pelos próprios usuários da web. A compilação de dados não utilizou relatórios do governo de cada nação, mas sim pesquisas online feitas por internautas.

Nas categorias avaliadas, o índice de poluição do lugar foi o que teve maior peso para a nota final do país. "Se o ambiente está poluído demais, nem segurança, nem a economia podem compensar", afirmou o Numbeo em seu relatório. "O segundo maior peso ficou com a segurança, já que é mais importante se sentir seguro do que rico, em nossa opinião", completou.

Veja o mapa feito pela plataforma, em que o rosa marca os países com menor qualidade de vida, e o verde marca os de maior qualidade:

Na América do Sul, o Brasil só ganhou da Bolívia, que ficou com a 78ª posição, e da Venezuela, em último. Os índices em que o nosso país obteve as menores notas foram no de preços dos imóveis em relação às suas taxas de valorização e, justamente, na segurança.

Ainda no Brasil: Em um ano, mais de 6.400 crianças foram encontradas trabalhando

No Oriente Médio, a Arábia Saudita teve a melhor colocação, ocupando o 12º lugar, com alta nota na categoria de poder de compra. Em solo africano, o país com mais destaque foi a África do Sul, na 35ª posição.

O ranking também mostra as nações onde há mais fome. O Haiti está no topo dessa indesejável lista: o país mais pobre das Américas teria 5,7 milhões de habitantes mal nutridos, o que representa 53% da população. A Zâmbia e a República Centro-Africana vêm em seguida.

Fonte: O Globo

Leia tudo sobre

Pesquisa Ranking

Faça um comentário