Curto em subestação de energia em Florianópolis deixa milhares sem luz

Um curto-circuito seguido de um incêndio em uma subestação de energia da Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc) no bairro Córrego Grande, em Florianópolis, no fim da noite desta quinta-feira, dia 26, deixou 20 bairros sem luz na Capital, conforme mostrou o Bom Dia Santa Catarina. Cerca de 40 mil unidades chegaram a ficar no escuro. Clarão gerado por curto-circuito foi registrado por moradores na madrugada. (foto: Reprodução)

Seu direito: Veja o que o consumidor deve fazer quando acontecem muitos apagões

Às 6h da manhã desta sexta-feira, 27, mais de 2 mil unidades continuavam sem energia. Pouco depois das 7h, porém, o sistema da Celesc indicava que a energia havia sido completamente restabelecida na cidade.

Você está com problema de abastecimento de energia? Reclame AQUI!

Os bairros mais afetados foram Itacorubi, Córrego Grande, Jardim Anchieta, João Paulo, Saco Grande, Lagoa da Conceição e Parque São Jorge.

Problema em alimentador

O problema aconteceu no alimentador Trindade 11, que leva energia para um dos shopings da cidade. Segundo a Celesc, nenhum transformador foi atingido, o que permitiu que a luz voltasse rapidamente. A companhia informou que fará uma inspeção nesta sexta no local para identificar as causas do curto-circuito.

Viu isso? Idoso mora sozinho, mas recebe fatura de energia de até R$ 8 mil

"O efeito foi maior que a consequência do incidente", afirmou o presidente da Celesc, Cleverson Siewert, que acompanhou os trabalhos no local. Segundo ele, o sistema de segurança funcionou e tanto a subestação quanto os alimentadores de fora foram desligados após o curto.

A Polícia Militar isolou a área e cerca de 40 técnicos e engenheiros da Celesc trabalharam no local durante a madrugada. O Corpo de Bombeiros também deu apoio e apagou o fogo provocado pelo curto-circuito.

Sem água ou energia em casa? Conheça seus direitos durante a queda de fornecimento

Moradores da capital registraram o clarão. Outros foram para a frente da subestação para ver de perto o que estava acontecendo.

No Reclame AQUI

A Celesc teve 27 reclamações em março, até o dia 26. A empresa responde algumas reclamações, mas ainda deixa 51,3% dos consumidores sem retorno e, por isso, tem a reputação "não recomendada" no Reclame AQUI!

Fonte: G1

Leia tudo sobre

Energia

Faça um comentário