Cuide bem do seu bichinho de estimação durante a pandemia

Os pets não contraem e nem transmitem a Covid-19, mas é bom manter as patinhas sempre limpas e os banhos em dia

Reclame AQUI

Enquanto muita gente está de quarentena, quem tem animais de estimação pode aproveitar a companhia deles. E se você precisa ter cuidado com a sua higiene, vai precisar prestar atenção na deles também. O professor de Virologia da Faculdade de Medicina e Zootecnia da USP, Paulo Eduardo Brandão, explica que as animais de estimação não transmitem a Covid-19, mas eles podem ser carregadores do vírus caso não sejam tomados alguns cuidados.

Conforme Brandão, em entrevista ao Bom dia São Paulo, os bichinhos não são hospedeiros do novo coronavírus, portanto, não transmitem para os humanos e eles também não ficam doentes. Cães e gatos, por exemplo, têm o coronvaírus próprio de suas espécies, que também não passam para humanos.

“Mas o que pode acontecer é se alguém doente ou que espirre perto dele (mesmo que não saiba se tem ou não o novo coronavírus) ou passe a mão, por exemplo, o vírus pode ficar nos pelos, na coleira, na guia do animal. Assim, se outra pessoa ou você tocar o animal e os assessórios, aí sim pode ser transmitido, é o contágio indireto. Os animais podem ser carregadores mecânicos”, alerta Brandão.  
 

O ideal, conforme o veterinário e diretor do Hospital Sena Madureira, de São Paulo, Mario Marcondes, em sua coluna na Revista Saúde, é que os tutores de pets que pegaram a Covid-19 evitem o contato direto com os animais. E ainda assim, se o fizerem, é importante o uso de luvas e máscaras e a higienização das mãos com água e sabão ou álcool gel antes e depois de ter contato com os animais. Isso serve tanto para a proteção do bichinho como para resguardar outras pessoas que convivem com ele. 


Com um tempo tão grande de quarentena, assim como os humanos, os animais ficam estressados e precisam sair. Os passeios regulares podem e devem ser mantidos, explica o professo, porque é saudável a rotina. Entretanto, mantenha o distanciamento de outras pessoas, peça que não toquem no animal e quando chegar do passeio, lave bem as patinhas com água e sabão, assim como as guias e as coleiras. 

Se mesmo assim, não deu pra evitar e alguém passou a mão no seu animalzinho, quando chegar em casa dê um banho com o xampu/produtos que ele já esteja acostumado. Só tenha cuidado com o excesso de banho, que pode causar problemas na pele dos animaizinhos.

 Fonte: SP1/Revista Saúde

Leia tudo sobre

Feed Novo Coronavírus

Faça um comentário