Crise do novo coronavírus já influencia 16% das reclamações no Reclame AQUI

Registros são voltados ao setor turístico, liderado pelas agências de viagens, companhias aéreas, programas de milhas, bancos e telefonia celular

Reclame AQUI

O Reclame AQUI tem acompanhado os desdobramentos da pandemia do novo coronavírus e o crescimento das reclamações relacionadas à crise. Desde janeiro até esse domingo (22), os consumidores registraram mais de 27,6 mil reclamações que citam o novo coronavírus ou a doença Covid-19. Só na última semana, entre os dias 16 e 22 de março, foram 20,2 mil reclamações, o que representa 16% das reclamações.

O volume tem crescido de forma exponencial, tanto que na semana passada houve picos de  160 reclamações por hora, em média, cerca de 3 reclamações por minuto. Os registros de reclamações são voltados ao setor turístico, liderado pelas agências de viagens, companhias aéreas, programas de milhas, bancos e telefonia celular. E os principais motivos são cancelamento (passagens, hospedagens e pacotes), problemas com atendimento, estorno do valor pago e remarcação, ou seja, dificuldades relacionadas a tentativas de cancelamento de pacotes turísticos.

O Reclame AQUI entende que a situação do mercado em geral com a pandemia se transformou completamente e é delicada e nova tanto para empresas quanto para consumidores. Ambos estão aprendendo a lidar com os conflitos e, claro, solucionar tantos em um volume tão grande.

Por isso, a recomendação é que consumidores e empresas tenham bom senso e calma. Do lado dos consumidores, a orientação é que deem preferência à negociação direta com as empresas, que procurem seus canais oficiais e sugiram datas e soluções para agilizar a negociação. E para as empresas, que têm se mostrado empenhadas e buscando saídas flexíveis para cada caso, que ajam com transparência e mostrem seu posicionamento em relação a como pretendem solucionar as questões com seus consumidores.

Leia tudo sobre

Feed Novo Coronavírus

Faça um comentário