Correios vão aumentar preço do frete e diminuir valor do PAC

Reajuste deve variar dependendo da localidade e o peso do produto

Correios/Divulgação

A partir do dia 6 de março, os Correios vão reajustar o valor dos fretes, em média, 8,03%. De acordo com o site E-commerce Brasil, o reajuste deve variar dependendo da localidade e o peso do produto.

Por outro lado, os Correios prometem reformular os serviços prestados, em especial, a lojas online. A estatal vai incluir redutores de preço de até 4% para o PAC em contratos de varejo, desde que a pré-postagem seja efetuada de forma eletrônica.

Em nota, a empresa afirma que “para a manutenção dos redutores de preço nas postagens de encomendas das micro e pequenas empresas foi disponibilizado um pacote básico, que pode ser contratado pela internet. Esse pacote de serviços contempla preços mais competitivos em relação aos praticados na modalidade de pagamento à vista, permite faturamento das postagens e não possui cobrança de valor mínimo mensal”.

Já leu? Correios: reclamações de atraso na entrega cresceram 14% em 2018

Fim da quantidade mínima de encomendas

Outra novidade será o fim da exigência de quantidade mínima de encomendas. A concessão dos pacotes de serviços de encomendas será norteada pelo valor mínimo mensal.

Já o pacote de serviços Encomenda 1, que havia sido suspenso em julho de 2018, voltará a valer, com cobrança mínima mensal de R$ 1 mil em consumo de serviços de encomendas. Os clientes que contrataram esse pacote de serviços e possuem faturamento abaixo desse valor serão migrados para o pacote básico.

“Com esses ajustes nos pacotes de serviços de encomendas, os Correios mantêm o compromisso de serem o principal parceiro das micro e pequenas empresas na oferta de soluções que viabilizem o seu e-commerce”, concluiu a estatal.

Já viu? Golpe do PIS volta a circular por links fraudulentos no WhatsApp

Fonte: E-commerce Brasil/TechMundo

Leia tudo sobre

Correios Feed Lojas virtuais

Faça um comentário