Correios fecha 161 agências em todo território nacional a partir de julho

Estatal soma mais de 60 mil reclamações de 2018 a 30 de abril de 2019 no Reclame AQUI

Reclame AQUI

A partir do dia 5 de julho, a Empresa Brasileira de Correios e telégrafos, mais conhecida como Correios, fechará 161 agências em todo o território nacional. Em São Paulo, serão 15 postos descontinuados e no Rio de Janeiro, 24. Outras capitais, como Salvador, Fortaleza e Porto Alegre também serão bastante afetadas.

Segundo comunicado no site da estatal, a medida é uma “sequência ao processo de readequação da rede de atendimento iniciado em 2018”. A empresa também afirma que “o atendimento será absorvido por outras agências próximas, sem prejuízo da continuidade e da oferta de serviços e produtos. A maioria das unidades que serão desativadas ocupa imóveis alugados e está sombreada por outras”.

Corte de gastos acontece desde 2018

Essa medida de corte de gastos dos Correios já acontece desde 2018, por isso o motivo de descontinuar agências que funcionavam em prédios alugados. Os Correios ainda afirmaram que “a iniciativa visa, dentre outros objetivos, assegurar maior produtividade e garantir unidades rentáveis, sem comprometer, no entanto, a universalização dos serviços postais”.

A empresa continua com cerca de 11 mil pontos de atendimento em todo o país e está presente em mais de 5.500 cidades brasileiras. Você pode acessar neste aqui a lista com todas as agências dos Correios que serão fechadas!

Mais de 69 mil reclamações no site do Reclame AQUI desde 2018

Os Correios somam, no total, 69.099 mil queixas de 2018 a 30 de abril de 2019 no site do Reclame AQUI, e nenhuma delas foi respondida. Em 2016, foram 32 mil reclamações não respondidas e, em 2017, 40 mil. Consequentemente, a estatal fechou todos os anos com reputação “Não Recomendado” no site.

Em nota, a empresa explicou que "responde apenas às reclamações registradas nos canais oficiais (pelo telefone 0800-725-0100 ou pela internet em http://www2.correios.com.br/sistemas/falecomoscorreios/) e nos órgãos de defesa do consumidor".

Leia: Anac suspende todos os voos da Avianca Brasil por motivos de segurança

Fonte: TecMundo

Faça um comentário