Conta de luz para consumidores da Eletropaulo fica 17% mais cara

Os gastos para o consumidor brasileiro não param de subir. Dessa vez, a conta de luz aos clientes residenciais da Eletropaulo, em São Paulo, terá um aumento médio de 17,04% a partir do próximo sábado, dia 4. Para as indústrias, consideradas consumidoras de alta tensão, o reajuste será pouco menor, de 11,73%.

(imagem: Reprodução/Internet)

Atualmente a Eletropaulo atende 6,7 milhões de unidades consumidoras distribuídas em dois municípios da região metropolitana de São Paulo, incluindo a capital. A revisão foi aprovada pela diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) nesta terça-feira, dia 30.

O índice ficou ligeiramente acima da proposta inicial apresentada pela agência, em maio, de um aumento médio de 15,16%. A proposta passou por audiência pública, foi ajustada e chegou ao valor anunciado hoje.

O que causou o aumento?

A reguladora justificou a elevação das tarifas principalmente nos gastos extras que a Eletropaulo teve com a compra de energia, o aumento dos preços dos contratos de fornecimento elétrico e também com o pagamento do empréstimo para o setor que foi tomado no ano passado. Outros fatores foram considerados, como gastos operacionais, que também tiveram aumento.

Em relação às revisões ocorrem, em média, a cada quatro anos e, quando são aplicadas, substituem o reajuste a que as distribuidoras têm direito e que é avaliado todos os anos pela Aneel. Em 2015, porém, devido ao forte aumento das despesas no setor elétrico, a agência também promoveu uma revisão extraordinária das tarifas, que começou a valer em março.

Você sabia? Consumidor deve ser avisado com antecedência sobre corte, reparo ou interrupção de energia elétrica

Nessa revisão extra, que na prática funcionou como um segundo reajuste anual, as contas de luz dos clientes da Eletropaulo já haviam sofrido aumento de 31,9% no começo do ano, o 12º maior entre as 59 distribuidoras do país contempladas.

Fonte: G1/ Folha de São Paulo

Leia tudo sobre

Aneel Economia Energia

Faça um comentário