Consumidores já fizeram mais de 4,8 mil reclamações sobre a Black Friday

Do início do monitoramento até as 12h desta sexta, volume é 44% maior que o mesmo período de 2018, quando foram contabilizadas 3.332 reclamações

Reclame AQUI

A Black Friday já ultrapassou 12 horas de promoções, e as reclamações registradas pelos consumidores no Reclame AQUI são mais de 4,8 mil até o meio-dia dessa sexta-feira.

O site monitora as queixas de Black Friday desde as 11h de quarta-feira (27), e o volume nesse período já é 44% maior que o mesmo da edição 2018, quando foram contabilizadas 3.332 reclamações. Até agora, o horário com maior volume de reclamações foi as 11h desta sexta, com 357 queixas.

O Reclame AQUI disponibiliza as informações publicamente na página inicial de seu site com o ranking das empresas mais reclamadas, problemas e produtos mais citados, além de lista de trends que apontam tendências de empresas mais buscadas de hora em hora.

Empresas com mais reclamações até agora

 

Propaganda enganosa ainda lidera

O principal motivo das queixas é a propaganda enganosa, com 28,69% do volume. Logo depois, aparecem os problemas na finalização da compra (11,23%), divergência de valores (9,44%), por conta das promoções antecipadas que algumas marcas proporcionaram, atraso na entrega aparece em quarto lugar, com 7,83% e em quinto lugar, estorno do valor pago (4,29%).

 

No topo dos produtos mais reclamados, celulares e tênis

Entre os produtos que mais geraram reclamações estão celulares (10,2%), tênis (6,67%), componentes, peças e acessórios (4,32%), TVs (3,7%) e cartões de crédito (3,64%).

Leia também: Mauricio Vargas: consumidor pode esperar promoções reais depois das 12h

Leia tudo sobre

Black Friday Feed

Faça um comentário