Conheça alguns cuidados que fazem sua decoração de Natal econômica e segura

Má instalação de pisca-pisca e uso de benjamins podem causar acidente

Flickr/LifeIsGoodPete

Quem nunca tirou um dia de dezembro só para montar os enfeites de Natal em casa, ou saiu nas ruas para ver decorações? Pois bem, último mês no ano, e com a chegada desta festa, muitas pessoas enchem a casa com as luzes pisca-pisca. Porém, para que nada possa estragar a comemoração, é necessário tomar alguns cuidados.

O uso prolongado das luzes, por exemplo, pode causar aquecimento ou derretimento dos produtos e um curto-circuito. Os itens que são utilizados por muitos anos, principalmente em áreas externas, sofrem ressecamento, o que aumenta o risco de um acidente.

Comprou enfeites de Natal que apresentaram defeitos? Reclame AQUI!

A recomendação é que o consumidor substitua os pisca-pisca com luzes incandescentes por luminárias de LED (lâmpadas frias), que aquecem menos e podem significar economia de energia de até 80%. Outra dica é verificar se os produtos têm selo do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia).

O indicado é não ligar vários aparelhos em adaptadores de tomadas (os benjamins), dando preferência ao uso de réguas T como forma de evitar acidentes.

Para instalações luminosas em condomínios e praças, por exemplo, é recomendável contratar um profissional habilitado, um técnico, que dimensione corretamente e faça as instalações sem o uso de gambiarras, evitando pontos que possam vir a provocar curto-circuito ou princípio de incêndio.

Sempre economizar!

Quanto maior for a potência das luzes em watts, maior é o consumo. Portanto, identifique-a antes de comprar.

Considerando um conjunto de 100 pisca-piscas com 50 watts de potência, por exemplo, o consumo mensal será 16,5 kilowatts (KW). Se a luminária permanecer ligada por 11 horas diárias, pode significar um incremento de R$ 12,93 na conta de energia. (Estimativa considera a tarifa residencial pela Ampla no Rio de Janeiro).

Se o consumidor reduzir esse tempo de 11 para seis horas, já terá quase 50% de redução do consumo para cada conjunto de pisca-pisca. Se for trocado por luzes de LED, a economia será maior ainda.

Gastos: Cesta de Natal deve sair mais cara aos brasileiros neste ano

Fonte: Exame

Leia tudo sobre

Dicas Economia Energia Inmetro Natal

Faça um comentário