Comprou roupa pela internet e não serviu? Saiba seus direitos para trocar

Consumidor tem sete dias para se arrepender de uma compra em lojas virtuais

Rafael Neddermeyer | Fotos Públicas

Na hora de comprar produtos de vestuário pela internet, o consumidor deve ficar atento às regras de troca nos casos de a peça de roupa não servir ou simplesmente não gostar. Troca de produto é um caso recorrente que gera dúvidas a consumidores e reclamações para muitas lojas virtuais que atendem pelo Reclame AQUI.

A primeira dica importante e exclusiva para compras pela internet é ficar atento à Lei do Arrependimento. Como o próprio nome já sugere, é uma oportunidade que o consumidor tem de trocar seu produto, porque não era exatamente como imaginou quando comprou pela loja virtual. Justamente por não ter esse “contato pessoal” com o produto, que o consumidor tem até sete dias para devolver o produto e receber o dinheiro de volta sem qualquer ônus. Esse prazo começa a valer a partir do recebimento do produto.

Perdi a nota fiscal! Veja como realizar troca se perder comprovantes

 

Não serviu, quero trocar

A troca por motivo de gosto, cor ou tamanho não é obrigatória, a não ser que a loja tenha se comprometido a efetuar a troca no momento da venda. Por isso, é importante que o consumidor saiba qual é a política de trocas da empresa antes mesmo de finalizar o pedido.

Guarde todos os comprovantes: Para facilitar o processo de reclamação no pós-compra, é importante também que o consumidor guarde todos os comprovantes do processo, como e-mails, boletos e protocolos de atendimento.

 

Troca obrigatória em caso de defeito

A troca só é obrigatória em caso de defeito. No caso de vestuário, considerado bem durável, o Código de Defesa do Consumidor assegura um prazo de até 90 dias para troca por defeito.

 

Prazo para o fornecedor solucionar o problema

A partir da data de reclamação, o prazo para o fornecedor solucionar o problema do produto é de até 30 dias, por isso é essencial que o consumidor tenha um documento contendo o dia em que a reclamação foi feita.

 

 

Reclame AQUI! 

Se passar por algum dos casos acima, ou qualquer outro, e o problema não for resolvido, conte com a nossa ajuda! Clique aqui e faça sua reclamação!

Faça um comentário