Com Bandeira 3, corrida de táxi fica 30% mais cara para consumidor na saída de eventos

Nova tarifa passa a valer em dezembro em São Paulo. Taxistas devem avisar passageiros sobre a cobrança antes de iniciar a viagem

Gustavo Andrade/Veja SP

Quem costuma andar de táxi, a partir de 1º de dezembro, precisa ficar atento à cobrança nas corridas. A prefeitura de São Paulo autorizou o uso da Bandeira 3 aos taxistas, isso significa que o consumidor poderá pagar 30% mais caro quando estiver na saída de grandes eventos como espetáculos, feiras, congressos, jogos e eventos oficiais da cidade.

Aplicação da Bandeira 3 é opcional ao taxista

Conforme a prefeitura, para aplicar essa bandeira, o profissional deverá estar previamente cadastrado no Departamento de Transportes Públicos (DTP) para trabalhar em eventos. E antes de iniciar a corrida, o taxista precisa avisar ao consumidor que vai usar a Bandeira 3 para que ele decida se quer iniciar a corrida ou não. Assim como o uso da Bandeira 2, a aplicação da nova tarifa é opcional ao motorista.

Para que os passageiros fiquem informados, os táxis deverão ter duas tabelas de preços disponíveis no veículo, em lugar visível, para consulta no momento de pagar o serviço. Para se adequar à cobrança, os taxistas precisarão fazer a verificação dos taxímetros no Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo (Ipem).

A portaria criando essa modalidade foi publicada na quarta-feira (6) no Diário Oficial da Cidade.

Fique por dentro de como funciona

Táxi Comum

Bandeira 1
(das 6h às 20h, de segunda-feira a sábado)
R$ 4,50 mais a tarifa de R$ 2,75 por quilômetro rodado

Bandeira 2
(das 20h às 6h, de segunda a sábado, e o dia todo aos domingos)
Acréscimo opcional de 30% sobre a tarifa quilométrica

Bandeira 3 
(viagens iniciadas em grandes eventos previamente cadastrados no DTP)
Acréscimo opcional de 30% sobre a tarifa da Bandeira 2

Fonte: Agora SP/Prefeitura de São Paulo/G1

Leia tudo sobre

Feed Taxi

Faça um comentário