Celulares piratas serão bloqueados pela Anatel no Distrito Federal e Goiás

Qualquer aparelho com problemas no número de registro estará irregular

Savenkomasha.gmail.com

Nesta quarta-feira (9), a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) começa a bloquear todos os celulares “piratas” habilitados desde o dia 22 de fevereiro de 2018 e que estão em operação no Distrito Federal e Goiás.

São considerados “piratas” os aparelhos não certificados pelo governo ou que tenham o número de identificação adulterado, clonado e fraudado de outras formas. O número de identificação se chama Imei (International Mobile Equipment Identity) e possui 15 dígitos. Cada celular produzido e ativado ao redor do mundo tem uma numeração específica.

Na hora de roubar ou clonar um telefone celular, muitas vezes, os criminosos adulteram esse número par despistar o rastreamento. Por isso, segundo a Anatel, qualquer aparelho com problemas neste registro estará irregular.

Nas demais regiões do país, o bloqueio dos celulares irregulares ocorrerá em duas fases: a primeira, em dezembro deste mesmo ano e a segunda, em março de 2019.

“Operadora avisa: pela Lei 9.472 este celular está irregular e não funcionará nas redes celulares em 75 dias”. O texto está sendo enviado aos celulares desde fevereiro.

Celulares “gringos”

Quem comprou o smartphone no exterior não precisa se preocupar, de acordo com a Anatel. Se o telefone tiver a certificação no país de origem e for comprado de modo regular, ele deve continuar funcionando.

Leia também: Após liquidação extrajudicial, clientes abrem reclamações ao banco Neon

Fonte: G1

Leia tudo sobre

Anatel Feed Pirataria Telefonia

Faça um comentário