Ceia de Natal deve sair mais cara aos brasileiros neste ano

Em Alagoas, alimentos festivos sofreram alta de 10% a 15%

Reprodução/Internet

Não são só os presentes de Natal que sairão mais caros neste ano. A tão esperada ceia da data comemorativa poderá estar um pouco mais vazia devido ao alto preço dos alimentos que nela são feitos normalmente.

Com a inflação em alta, o peru, alimento tradicional das festas de fim de ano, está com os preços cada vez mais elevados nos supermercados de todo o país.

Em Alagoas, por exemplo, não é diferente. Os produtos da ceia de Natal sofreram alta de 10% a 15%, segundo Raimundo Barreto, presidente da Associação dos Supermercados de Alagoas (ASA). Uma alternativa sugerida por ele é a troca da marca de produtos importados por nacionais.

Alta dos importados

A ceia mais modesta também é resultado da alta de até 15% no preço do vinho, bacalhau, frutas secas, azeites, conservas e outros produtos importados, por conta da valorização do dólar frente ao real, de acordo com a Associação Brasileira dos Importadores e Exportadores de Bebidas e Alimentos (Abba).

O que resta aos consumidores é fazer uma boa pesquisa de preços entre os supermercados de suas cidades. Para manter a ceia de Natal recheada, o ideal é evitar ao máximo fazer as compras na última hora. 

Você já começou essa pesquisa de valores para o Natal? Os preços estão muito divergentes em relação ao ano passado? Conte nos comentários o que encontrou nos supermercados!

Mais: Tudo o que você precisa saber para comprar neste Natal

Fonte: Tribuna Hoje

Leia tudo sobre

Economia Natal

Faça um comentário