Bolo é feito para protestar contra situação de rodovia no Sergipe

No último dia 22, o Fórum Empresarial de Sergipe preparou um protesto contra a situação precária de uma estrada da região, mais precisamente do KM 94 da BR-101. A iniciativa feita em forma de bolo comemora um ano do desmoronamento de um pedaço da rodovia, que caiu após uma noite de muita chuva. O concreto desabou no limite entre os municípios de Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão, ambos em Sergipe, desde então, o tráfego no sentido Aracaju/Salvador foi interditado.

Imagem:Fórum Empresarial de Sergipe/Divulgação

Conhece alguma estrada ou rodovia sem sinalização ou com muitos buracos? Reclame AQUI!

O Fórum representa 33 entidades da classe empresarial e teve como objetivo chamar a atenção para o problema que ainda não foi resolvido. Segundo eles, o risco de acidente aumenta por causa do desvio feito em mão dupla ao invés de ser utilizada a parte duplicada em mão única para cada sentido.

Para Alexandre Porto, representante do Fórum Empresarial, um ano sem conserto é demais: “É um absurdo que um desabamento em uma BR, na saída da cidade, fique um ano sem uma providência. O que a gente pode fazer é pegar uma data comemorativa dessa e fazer um protesto diante do absurdo. Se fosse uma rodovia privatizada a sociedade faria uma cobrança maior e a empresa teria que resolver isso em 30 dias, mas como é do poder público parece que tudo pode”.

Foto: PRF-SE/Divulgação

O Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit) informa que foi homologado o resultado do Pregão Eletrônico nº 00139/2015, em que teve como vencedora a empresa Interenge Construção LTDA-EPP, referente a execução das obras de estabilização, recomposição de aterro e afastamento do canal do KM-94 da BR-101.

Segundo o Dnit, o Exército vai cooperar na realização do desvio necessário durante a obra. “A Companhia de Saneamento de Sergipe (DESO) e uma operadora de telecomunicações já foram informadas sobre algumas interferências na área onde será executado o serviço do desvio”, destacou a nota oficial enviada pela assessoria de comunicação do departamento, as informações são do site G1.

Faça um comentário