Black Friday decepciona nos descontos, mas tem alta de vendas após 3 anos

Reclamações do evento chegam a 3,5 mil e sobem 17% em relação ao ano passado

Reclame AQUI

Na quinta edição no Brasil, a Black Friday teve aumento de vendas, mas perdeu o encanto: sem os descontos surpreendentes que permitiriam comprar produtos cobiçados, a data apresentou baixas modestas, longe do sonho americano que a inspirou. Mas já sem grandes expectativas, o consumidor voltou a comprar após dois anos do auge da crise, aproveitando para realizar compras planejadas e antecipar os presentes de Natal - só resta saber se os presentes chegarão a tempo da ceia, daqui a um mês.

Ao longo das 24 horas das promoções, os consumidores retaram aos canais do Reclame AQUI nada mais do que boas campanhas de ofertas com descontos de saldão de fim de ano. Apenas isso. Onde foram parar os descontos de mais de 50%? 

Novidade: Agora você pode ver a reputação dos produtos no Reclame AQUI

Não à toa, a propaganda enganosa caiu bem como o principal motivo de queixa no Reclame AQUI, que fechou a Black Friday 2017 com 3.503 reclamações, 17,1% a mais do que a edição passada do evento, quando foram registradas 2,9 mil queixas. Desde 2014, quando foi batido o recorde de ocorrências (12 mil), o volume apresentou queda até 2016. O balanço final acompanhou as reclamações desde as 18h de quinta-feira, dia 23, até a meia-noite de sexta para sábado, 25.

Lojas mais reclamadas

Entre as lojas que tiveram mais queixas, a Magazine Luiza – Loja Online liderou praticamente todo o tempo, encerrando a data com 263 reclamações. Atrás dela, ficou a Americanas.com – Loja Online, com 245 queixas. Na terceira posição, a Kabum! ficou com 173 ocorrências.

Propaganda enganosa

Já quando o assunto é motivos das reclamações, os consumidores se queixaram de propaganda enganosa em 13,5% dos casos durante a Black Friday. Outros 9,6% relataram problemas na finalização da compra, enquanto que 8,8% reclamaram de divergência de valores.

Durante a cobertura, o Reclame AQUI recebeu muitas denúncias de consumidores sobre sites falsos, fretes abusivos e mais caros que os produtos, além do tempo de entrega.

Leia tudo sobre

Black Friday Feed Ranking

Faça um comentário