Black Friday: como se dar bem nas compras?

Desconfie de produtos muito baratos, pesquise bastante e evite comprar por impulso

ReclameAQUI

A Black Friday está chegando e a maioria dos consumidores ficam naquela agitação para conseguir comprar os produtos mais baratos. E como em todo evento desse porte, é importante ficar atento e ter calma ao decidir fazer uma compra, pois algumas lojas fakes podem aproveitar para aplicar golpes.

Por isso, o Reclame AQUI separou algumas dicas importantes para que ninguém saia no prejuízo e se dê bem nas compras nessa época do ano. Confira:

Desconfie

Desconfie se os produtos estão realmente em oferta. Preços muito baixos e com descontos absurdos são de se estranhar. Até mesmo em lojas grandes é possível identificar pegadinhas, como o aumento do valor do frete. Evite também ofertas que chegam por e-mail - os criminosos provavelmente aproveitarão essa ferramenta confiável de algumas lojas para aplicar golpes.

Pesquise

Quanto mais pesquisas fizer, melhor. Já existem plataformas que permitem que os consumidores consultem os melhores preços em diversas lojas e que acompanham a oscilação dos valores de vários produtos. Uma dica é só fechar uma compra depois de consultar ao menos três lojas diferentes.

Informe-se

Faça uma pesquisa prévia sobre a reputação e eventuais reclamações da empresa no Reclame AQUI. Verifique a confiabilidade e os Termos e Condições Gerais e a Política de Privacidade da empresa antes de finalizar qualquer compra. Navegue pelo site e entenda melhor sobre o funcionamento da marca.

Veja também: Problemas mais comuns encontrados na Black Friday. Confira!

Não seja impulsivo

Não compre por impulso! Gastar sem pensar não é uma boa estratégia na Black Friday, mesmo se seu pensamento for de que o produto que você mais quer irá acabar logo. Não comprometa seu orçamento e esteja ciente dos gastos. 

Não forneça dados pessoais ou bancários

É comum que a empresa queira registrar nome completo, CPF, endereço para entrega e dados para debitar o valor, como número do cartão, data de validade e código de segurança. Mas, se a loja solicitar todos os números de todos os seus documentos pessoais, a senha do cartão de crédito e o endereço exclusivamente residencial, não efetue a compra. É golpe!

Faça capturas de tela

Copie e salve em arquivos de imagem as etapas e os documentos de confirmação da compra. Caso ocorra algum problema e precise confrontar a loja, você terá provas que impeçam a empresa de discordar. Para transmitir veracidade da imagem, faça capturas da tela toda e não somente do site.

Não se arrisque em novas lojas

Não é hora de se arriscar em comprar naquela loja que você nunca ouviu falar, mesmo que ela tenha uma promoção incrível. É melhor procurar por marcas que já são conhecidas no mercado, com SAC, número de telefone e CNPJ.

Pesquisar a reputação da empresa para saber se é confiável também é essencial e fácil. Entre no Reclame AQUI, digite o nome da empresa e dê uma olhada nas reclamações, no índice de solução e na reputação dela.

Já viu? 49% dos brasileiros consideram Black Friday parcial ou totalmente confiável

Leia tudo sobre

Black Friday Comércio Dicas Feed

Faça um comentário